Dinamize - como produzir conteúdo em vídeo Foto: FREEPIK/DIVULGAÇÃO/JC

Dicas para começar a produzir conteúdo em vídeo

Estratégias de marketing de conteúdo em vídeo podem impactar tanto no número de vendas quanto na fidelização do público nas redes sociais e em sites.
No Brasil, o consumo de vídeo aumentou 135%, em relação a 2014. A pesquisa realizada pela Provokers, em parceria com a Box 1824, e divulgada pelo YouTube mostrou que, no país, o consumo médio chega a 19 horas semanais. O levantamento destaca, entre outros dados, que 80% dos entrevistados buscam na internet conteúdo que não encontram na televisão.
Apresentação da marca e dos produtos
Vídeos que apresentam o negócio podem ajudar o público a compreender melhor do que se trata sua marca. Esse tipo de vídeo pode ser inserido na página inicial do seu site ou mesmo em uma área específica sobre a trajetória da empresa. Vídeos demonstrativos dos produtos que a marca oferece faz com que o público entenda o funcionamento dos itens, o que pode funcionar como uma experiência em uma loja física. Por isso, vale pontuar nesse tipo de vídeo as características mais relevantes dos produtos.
Entrevistas 
Um dos principais benefícios de inserir entrevistas entre os conteúdos em vídeo é o fato de contar com outras pessoas para compartilhar um determinado conhecimento. De forma geral, esse tipo de vídeo pode ser utilizado para apresentar a fala de algum especialista sobre determinado assunto, que esteja dentro do que sua marca busca promover.  Esse método também funciona ao apresentar depoimentos de clientes, trazendo quais foram os benefícios que eles tiveram, entre outras informações que possam impactar quem assiste o vídeo.
Transmissões ao vivo
Normalmente, esse tipo de conteúdo é utilizado para apresentar o ambiente da sua empresa. As transmissões ao vivo podem ser utilizadas para falar sobre as novidades do seu negócio de uma maneira mais despojada. É importante que a pessoa definida para conduzir as lives consiga manter a transmissão descontraída, fazendo com que o público participe comentando e também compartilhe o vídeo com outras pessoas.
Perguntas e respostas
Um espaço para responder os principais questionamentos do seu público pode ajudar a fidelizar essas pessoas e trazer mais informações sobre o seu serviço. Com esse tipo de conteúdo, todo mundo sai ganhando.
Tutoriais
Para comprovar a eficácia de um determinado produto, nada melhor do que um vídeo que mostra exatamente como ele pode ser utilizado. Se você oferece produtos que podem gerar dúvidas sobre como devem ser utilizados, não pense duas vezes: produza um tutorial para acabar com as incertezas dos seguidores.
Webinars
Quais estratégias você tem executado para se estabelecer como autoridade no seu segmento? Produzir um Webinar pode ser o primeiro passo para isso. Webinar é uma apresentação sobre um determinado tema. Além de consolidar sua imagem como uma referência, esse espaço pode ser utilizado para ampliar a sua rede de contatos e, posteriormente, aumentar o número de vendas.
Listas
Vídeos com título "5 coisas que você precisa saber", "top 10" normalmente atraem maior interesse dos usuários. Além disso, esse tipo de formato consiste em uma narrativa mais rápida e de simples compreensão.
Impacto na decisão de compra
Em pesquisa feita pela Wyzowl, 96% dos entrevistados disseram que assistiram algum conteúdo em vídeo para entender o funcionamento de determinado serviço/produto. Nesse mesmo estudo, 79% disseram que vídeos sobre a marca convenceram eles a adquirir algum tipo de software ou aplicativo. Além disso, 48% dos entrevistados preferem compartilhar conteúdo em vídeo nas mídias sociais. Canais como Facebook e Instagram já trouxeram algumas atualizações que contemplam tanto consumidores quanto produtores de conteúdo.
Recentemente, o Facebook lançou o Watch, serviço que reúne todo o conteúdo em vídeo divulgado na rede social. O usuário terá acesso aos vídeos publicados por páginas que ele curtiu anteriormente. Para quem produz conteúdo, vale lembrar que o Facebook dá preferência para vídeos feitos para a rede social. Ou seja, melhor publicar um vídeo diretamente pelo Facebook do que compartilhar links de outros canais (como YouTube).
O Instagram, por sua vez, lançou um aplicativo voltado para a divulgação de vídeos de longa duração, o IGTV. Embora ele ainda não tenha obtido grande destaque, muitos usuários já publicam seus vídeos nesse novo canal. Como uma forma de impulsionar a utilização do IGTV, o Instagram passou a permitir a divulgação de trechos dos vídeos no Feed, com um botão que leva o usuário para o novo aplicativo para assistir a íntegra.
A equipe da Dinamize escreve para o GE semanalmente sobre estratégias de marketing digital.
Compartilhe
Seja o primeiro a comentar

Publicidade
Mostre seu Negócio