Dinamize - Como criar uma lista de emails Dinamize - Como criar uma lista de emails Foto: /RAWPIXEL/DIVULGAÇÃO/JC

Como criar uma lista de emails (da forma certa)

Criar uma lista de email com contatos engajados é um passo importante no marketing digital.
Trabalhar com uma lista de emails de pessoas que estão interessadas na sua marca é o primeiro passo de  estratégia de email marketing bem sucedida. Sabendo dessa importância, fica mais fácil começar a trabalhar em ações para construir uma rede de contatos que gere bons negócios para você.
Nunca compre listas de emails
Não queremos ser repetitivos, mas nunca compre listas de emails. Você pode considerar um bom plano, mas não é. O fato é que criar uma base com 1.000 contatos pode ser mais interessante para rentabilidade do seu negócio que comprar uma lista de 100 mil emails que você não sabe exatamente de onde vieram. Fazer envios para uma série de emails comprados não pode acabar em boa coisa:
1 - Emails na caixa de Spam ou bloqueados 
Destinos frequentes dos envios de email marketing quando você não confirma o interesse dos contatos em receber mensagens.
2 - Mensagens para emails inválidos
Quem compra listas raramente vai imaginar que a sua aquisição está repleta de emails que foram inativados pelos provedores ou sequer existem, mas acontece. Muito.
3 - Contatos sem interesse
O princípio básico das boas práticas para envios de email marketing é trabalhar com contatos que possuam interesse em receber aqueles envios. Por isso vale pensar duas vezes ao comprar uma lista de emails.
Tipos de permissão
Agora que você já sabe da importância de contar com a autorização das pessoas para fazer os envios de email marketing, veja as três principais formas de obter essa permissão.
1 - opt-in: confirmação simples, como ao preencher um formulário para passar a receber uma newsletter.
2 - double opt-in: dupla confirmação, quando a pessoa preenche um formulário e, depois disso, recebe um email para confirmar novamente o interesse em receber emails.
3 - soft opt-in: confirmação que se dá através relações comerciais entre o profissional que deseja fazer os envios e os potenciais contatos para sua base.
Como fazer
Existem diversas formas de criar uma lista de emails de forma a reduzir os erros apresentados anteriormente.
Facebook e Instagram
Se você ainda não prioriza suas redes sociais para atrair novos contatos para sua base, comece já. Pense em produzir conteúdo que possa engajar os seus seguidores, mostre a eles que sua marca apresenta algo que pode ajudá-los.
Despertando esse interesse, ofereça ao seu público a possibilidade de receber maiores informações sobre o seu negócio. O Facebook permite a criação de um formulário dentro da página, que pode ser usado para solicitar o e-mail dos seus seguidores. Além de disponibilizar um espaço para cadastro a partir do acesso na página, você pode trabalhar com anúncios que levem o público para um formulário de cadastro, através do Gerenciador de AnúnciosAlguns tipos de públicos que podem ser criados para anunciar:
1 - Seguidores engajados com suas páginas do Facebook e Instagram;
2 - Lista de contatos importada (caso você já possua base de contatos);
3 - Interações em seu website ou aplicativo (com o pixel de conversão do Facebook).
Dica: caso já tenha criado algum público no Facebook para anúncios, você pode trabalhar com públicos semelhantes a ele. Assim, serão analisados os interesses dos contatos que você já possui para direcionar as ações para outras pessoas, que tenham os mesmos interesses.
Produção de conteúdo
Há algum tempo, a discussão era sobre a importância de contar com uma estratégia de marketing de conteúdo. Atualmente a pergunta é como se destacar diante de tanto conteúdo produzido.
Apresentando números, tudo fica mais fácil
Apresente números nos conteúdos publicados em seu blog ou nas postagens nas redes sociais. Confirme para o seu público a área que a sua empresa atua pode resolver determinados problemas que eles possuem. Busque por pesquisas e apresente histórias de sucesso dos seus clientes. Tudo isso ajuda na valorização do seu produto. 
Podcasts
Os podcasts podem ser uma excelente forma de produzir conteúdo relevante para os seus seguidores. Através deles, você estabelece um canal com o seu público, contando histórias que façam com que eles se engajem ainda mais com sua marca.
Assim como o Instagram, o Spotify trabalha para se adaptar ao que é tendência, porém em um segmento diferente. A plataforma que parecia destinar seus esforços para divulgação de músicas, decidiu “abraçar” o crescimento da produção de podcasts no Brasil.
O Spotify adquiriu recentemente a Gimlet Media, rede de podcasts, e o Anchor, serviço que possibilita a produção e divulgação de podcasts. Existem diversos aplicativos que facilitam a produção de podcasts sem a necessidade de contar com uma estrutura mais complexa (e que gera mais custos). Com um celular com fone de ouvido e microfone e com boas ideias, você já está pronto para começar.
Conteúdo em vídeo
O crescimento do interesse por conteúdo em vídeo não é nenhuma novidade. Esse formato tem gerado maior índice de engajamento do que publicações em imagem ou texto, gerando novos adeptos e, claro, maior número de pessoas produzindo.
A alta demanda do público por conteúdo em vídeo gerou até uma novidade do Instagram, em 2018: o lançamento do IGTV, aplicativo voltado para a produção de vídeos de longa duração.
No YouTube, principal plataforma de vídeos (até então), é possível criar um canal para divulgar seu conteúdo e ainda a possibilidade de produzir anúncios com esses vídeos, a partir do Google Ads. Sabendo quais os canais podem gerar maior interesse ao seu público, pense em algumas iscas digitais que possam ser úteis na criação da sua lista de emails.
No seu site
Faça do seu site uma fonte de novos contatos. Através da inserção de formulários, você disponibiliza um meio para que visitantes que se interessaram pelo conteúdo apresentado no site recebam informações relacionadas.
Veja alguns exemplos sobre onde inserir esses formulários:
1 - Na página inicial do site, onde você apresenta as informações mais relevantes sobre a sua marca.
DIVULGAÇÃO/JC
2 - Na página do blog, para captar os visitantes que já consomem seu conteúdo.
DIVULGAÇÃO/JC
3 - Na página de “Contato”. Nesse caso, você pode solicitar outras informações, já que nessa página entende-se que o visitante busca por algo mais específico do que uma assinatura de newsletter, por exemplo.
4 - Em pop-ups. Para não ser aquela pessoa que enche o site de pop-ups sem muita necessidade, você pode trabalhar com elas para casos específicos, como quando um visitante fica determinado período em uma das suas páginas ou navega até o fim de uma delas.
Para saber quais formulários geram maior número de cadastros, faça testes. Insira-os em diferentes locais das páginas, analisando quais apresentam os melhores resultados.
Marketing digital ou marketing tradicional: o que pode ser mais efetivo?
Dependendo do seu negócio, ambos podem ajudar. Para começar, faça um estudo de buyer persona da sua marca. Com ele, você consegue direcionar seus esforços para locais onde podem estar seus futuros leads. A partir desse estudo, você também consegue analisar quais os canais podem ser utilizados para criar sua lista de emails. Algumas ações presenciais podem ser integradas com o ambiente digital para qualificar a criação da sua lista de emails.
Encontros que reúnem pessoas com ter interesses em comum costumam ajudar na busca por novos contatos. Tanto palestras com um número reduzido de participantes quanto festivais com diversas empresas e investidores podem ajudar. Independente do local, esteja pronto: organize uma estratégia para apresentar sua empresa, contando o que ela oferece e quais problemas ela resolve. Depois disso, pense em como convidar essas pessoas interessadas a fazerem parte de sua lista de emails. Dependendo do nível de interesse do público, você pode até gerar algumas vendas!
Além dos eventos, trabalhe com algumas ações voltadas para sua loja física, caso possua uma. Ela também pode ser utilizada para ampliar a rede de contatos e promover marcas. Uma das formas mais comuns de manter contato com os visitantes é deixá-los com algo que os faça lembrar da sua marca, como um cartão de apresentação. Nesse caso, eles terão o papel de tomar a iniciativa para entrar em contato com você.
Outro recurso utilizado para ligar espaços físicos com o digital é o de disponibilizar um totem com um formulário de cadastro, seja em sua loja ou então em um evento. Depois de atrair os visitantes e conquistar o interesse deles, sugira a eles a opção de realizar um cadastro para manter o contato.
Existem diversas formas de atrair mais seguidores e, consequentemente, estabelecer uma lista de contatos engajada. Esqueça a compra de lista de emails e invista em canais para atrair pessoas que tenham um interesse real por acompanhar sua marca.
-------
Semanalmente a equipe da Dinamize compartilha com os leitores do GeraçãoE dicas de Marketing. Se tiver alguma dúvida, envie para a gente pelos comentários desta matéria ou pelas redes sociais.
Compartilhe
Seja o primeiro a comentar

Publicidade
Mostre seu Negócio