Com a evolução das tecnologias nos últimos anos, o varejo é um dos mercados beneficiados Foto: /RAWPIXEL.COM/FREEPIK.COM/DIVULGAÇÃO/JC

Cinco tendências tecnológicas para o varejo 2019

O que o varejo pode esperar de novo para 2019? Mais tecnologias para trazer experiências de compras personalizadas? Com a evolução das tecnologias nos últimos anos, o varejo é um dos mercados beneficiados e o consumidor pode ser o foco do segmento para 2019, além da integração entre os canais de vendas on-line e off-line, o big data e a inteligência artificial.
"O consumidor multicanal é crescente e esta será uma grande tendência para o varejo em 2019", afirma o executive partner da ICX LABS, startup de tecnologia para desenvolvimento de softwares e hardwares inovadores, Fábio Avellar. Em 2018, o e-commerce no Brasil cresceu 12,1% no primeiro semestre do ano, segundo o 38º relatório Webshoppers, produzido pela Ebit|Nielsen. Veja, a seguir, as principais tendências para o varejo em 2019:
1) Omnichannel: Os varejistas podem contar com uma solução para integrar os canais de vendas on-line e a loja física. "Os varejistas que não encontrarem uma maneira de criar um casamento feliz entre a experiência de compra que se espera em uma loja e a conveniência de fazer compras em casa, serão deixados para trás", afirma Avellar. Outro exemplo para aplicar esta tecnologia pode ser incorporada no controle logístico através de sistemas RFID.
2) Big Data: O aumento do big data deu aos varejistas mais poder do que nunca para adequar a experiência do cliente - eles gostam de ver produtos e ofertas pessoalmente relevantes e gostam de ter sua experiência de compra acelerada. O varejo pode trabalhar gestão eficiente, ferramentas para controle em sua logística, gestão estratégica utilizando informações de Big Data, engajamento com a equipe e trabalhar a proposição de valor da marca.
3) Inteligência Artificial: Ela desempenhará um papel cada vez maior no mundo do varejo, desde a fabricação e distribuição até a entrega, para melhorar a experiência do usuário na hora da compra na loja física e aumentar a conversão de vendas com diferentes alternativas.
4) Experiência de compra: O varejo que opera com produtos de alto valor agregado pode buscar diferenciação tornando a jornada de compra uma experiência encantadora ao consumidor. Agregar pontos de acesso a e-commerce em lojas físicas, permitir logística cruzada com retirada de produtos comprados on-line diretamente nas lojas, utilizar tecnologias com realidade aumentada, fidelização e personalização no atendimento, e etc.
5) Conteúdo de qualidade: Quanto ao conteúdo e formato aplicado ao consumidor, o que vale para 2019 é que quanto mais dinâmico e formatado ao seu público-alvo, maior será a assertividade em manter a atenção de seu consumidor. Ter dentro de seu negócio pessoas a processos dedicados a inovação são bons caminhos para aumentar essa esperada eficácia.
 
 
Compartilhe
Comentários ( 1 )
  1. RONALD DENNIS PANTIN FILHO

    Cadê a quinta dica????

Publicidade
Mostre seu Negócio