Família de Rodrigo sempre trabalhou no ramo gastronômico Família de Rodrigo sempre trabalhou no ramo gastronômico Foto: /CLAITON DORNELLES /JC

Padaria aposta em rodízio para inovar no verão

Doces da Praia fica em Capão da Canoa

Pastel, pizza, grelhados, saladas, carrinho de tortas. "Tem tanta coisa que até eu esqueço", brinca Rodrigo Probst, 36 anos, proprietário da padaria Doces da Praia, em Capão da Canoa, que serve diariamente um rodízio de tudo isso, acompanhado de um buffet de café colonial.
A família, que sempre trabalhou no setor de padarias em São Leopoldo, decidiu se mudar para o Litoral Norte em 1998 para abrir a primeira unidade do negócio, em Xangri-lá. A Doces da Praia chegou a Capão da Canoa, local onde está até hoje, em 2001.
CLAITON DORNELLES /JC
Com o movimento que tinham ao longo do dia, decidiram criar o buffet, que "parece uma festa de aniversário'', segundo ele. Servido a partir das 7h da manhã até a noite, nos balcões há opções de cachorro quente, omelete, canapés, doces, pães, geleias, queijos e tortas.
Há 20 anos trabalhando no Litoral, Rodrigo diz que é um desafio manter o público interessado durante o inverno e atrair novos clientes no verão. De março a dezembro, quem frequenta a padaria são, essencialmente, os moradores da cidade. Quando começa a chegar a alta temporada, a rotina da cidade muda. "A gente perde em torno de 70% do público fixo do ano quando chega dezembro porque os moradores mudam a rota. As escolas fecham, as pessoas mudam seus horários de trabalho." Já que em época de altas temperaturas é o público de veranistas que garante o movimento do estabelecimento, a estratégia baseia-se em novidades. "Quando eu vejo alguém no retrovisor chegando perto, mudo de marcha e dou mais um pulo. Todo ano renovo a casa, troco o mobiliário, nunca deixo ficar velho. Tenho que estar sempre renovando, principalmente para o pessoal que vem passar o verão. As pessoas vão embora em março e, quando voltam, está tudo novo. Percebem que esse retorno é para elas.''
CLAITON DORNELLES /JC
A novidade para este verão é o rodízio, que oferece 30 sabores de pasteis, além de outros quitutes, como tortas, grelhados e pizzas. A ideia foi retomar o serviço que era oferecido na unidade de Xangri-lá, até 2008. "Lá, teve rodízio por oito anos. Paramos de fazer, mas eu sempre tive vontade de voltar a oferecer", afirma Rodrigo. Em agosto de 2018, o rodízio foi incorporado na unidade que fica na avenida Ararigboia, nº 715, e já é um sucesso, garante o empreendedor, que serviu 127 rodízios em um mesmo dia. A expectativa é que em janeiro e fevereiro esse número chegue a 200. O sistema começa a ser servido às 20h15min e custa R$ 34,90 por pessoa.
Compartilhe
Seja o primeiro a comentar

Publicidade
Mostre seu Negócio