GeraçãoE - ambientes de trabalho que geram novas relações e descontração - Caso da Zenvia - diretora de desenvolvimento organizacional, Gabriela Ferreira Vargas Inspire-se em modelos modernos que mobiliam os escritórios com pufes e sala de jogos Foto: MARCELO G. RIBEIRO/JC

O valor dos funcionários

Ninguém aceita regimes humilhantes, falta de condições e até de conforto

Em um dos episódios da série norte-americana Orange is the new black, que mostra a vida em uma prisão feminina, ocorre uma crise de gestão. Os funcionários estão revoltados com a condição de trabalho e a falta de benefícios, e acabam se organizando para reivindicar seus direitos. O líder do grupo diz uma frase que pode gerar reflexão para quem empreende. "Eles (os donos do negócio) precisam mais de nós (funcionários) do que nós deles."
Você já parou para pensar nisso? Na importância dos funcionários e funcionárias? Empresa nenhuma funciona sem pessoas. Portanto, é importante valorizá-las.
Hoje, ninguém mais leva desaforo para casa. Ninguém aceita regimes humilhantes, falta de condições e até de conforto. Olhar para o funcionário é tão estratégico quanto olhar para o cliente. Pois você, como empreendedor, corre o risco de perder um talento. E mais do que isso: de ganhar um competidor.
Trabalhadores têm muito know how. Sair e abrir um negócio pode ser a opção de quem você deixou escapar. Não economize no bem-estar daqueles que estão com você. Inspire-se em modelos modernos que mobiliam os escritórios com pufes e sala de jogos, e não em formatos que eliminam espaços de lazer para "evitar ajuntamento". Essa cena de Orange is the new black é um baita ensinamento para mentes obsoletas. #assista
>> O GeraçãoE inclusive já mostrou exemplos de negócios que valorizam os funcionários através da arquitetura. Releia:
Compartilhe
Seja o primeiro a comentar

Publicidade
Mostre seu Negócio