Maurício Benvenutti, da Startse, durante a Gramado Summit 2018 Maurício Benvenittu, da Startse, durante a Gramado Summit 2018 Foto: /Roberta Fofonka/Especial/JC

As melhores frases da Gramado Summit

Evento para empreendedores digitais do RS tocou em propósito, cocriação e importância de montar um bom time

Neste ano, a segunda edição da Gramado Summit levou empreendedores, profissionais e investidores para a Serra. Entre os dias 8 e 10 de agosto, com foco no digital, o evento reuniu nomes relevantes da cena empreendedora brasileira, que destacamos a seguir.
De todas as palestras e painéis, uma das palavras mais citadas foi o propósito, como uma das regras da nova economia e principal moeda de troca para a captação de profissionais talentosos, espalhados no mercado de trabalho. Outra delas foi cocriação: lançar o MVP (Mínimo Produto Viável) rápido, para descobrir os ajustes e melhorá-lo conforme os feedbacks da clientela. Por boa parte dos painelistas, investir em um time engajado é a chave para construir uma empresa forte. Vamos aos principais hightlights:
“Estou indo mais longe do que se não tivesse começado. Meu conselho é: crie suas táticas de acordo com o estágio de sua empresa. As coisas que fazíamos no início, quando estávamos captando clientes, são diferentes das de agora. Você vive seu negócio 24 horas por dia, acredite na intuição forte de empreendedor. Desconfie e aja rápido.”
“O curioso é que você sempre acha que está pronto antes da hora. Eu achava que estava pronto para crescer, mas não tinha o aprendizado necessário ainda.” 
“Se você tem um produto bom, invista no seu time.” Max Oliveira, da Maxmilhas, que hoje tem 250 funcionários e abriu a empresa sem recursos de investidores.
Roberta Fofonka/Especial/JC
Max Oliveira, da Max Milhas, foi um dos palestrantes | Foto: Mauro Schneider/Especial/JC
“Umas das chaves é achar pessoas com alinhamento de valores [com relação à empresa]. Não se coloca em ninguém o espírito de dono, por exemplo. Ache pessoas que já tenham este espírito. Um alinhamento de cultura elimina as interferências no grupo.” Renato Mendes, ex-NetShoes e investidor.
“Muitas startups já começaram no dia um delas pensando no mercado global. Resolver problemas locais ou globais dá o mesmo trabalho.”
“Programas de aceleração internacionais são úteis não só pelo investimento, mas pelos feedbacks e pela cadeira de relacionamento que promovem.” Emília Chagas, CEO da Content Tools
Roberta Fofonka/Especial/JCEmília Chagas, CEO da Content Tools, sugeriu que as startups já comecem pensando no mercado global | Foto: Roberta Fofonka/Especial/JC
 
“As pessoas podem não se apaixonar por você mas elas se rendem à sua causa. Um propósito claro tem o poder de unir pessoas em torno de uma mesma coisa”. Maurício Benvenutti, da Startse, sobre propósito.
“Você constrói o time e o time constrói a sua empresa. O talento sabe que tem talento. gente boa quer embarcar num foguete e ir para a lua com você.” 
“Questione mais ao invés de ter respostas prontas. Temos tendência a focar nos problemas e não no certo. Gaste energia no que dá certo, faça o certo ter vida longa.” Maurício Benvenutti, da Startse
“Quais ferramentas de gestão que vocês tem e onde as estão buscando? Uma equipe de alta performance é a que tem muita diversidade e usa as diferenças a favor, com trocas de competências para que um possa ajudar o outro. Ao andar só com pessoas iguais, fica difícil pensar e fazer diferente.” 
“O propósito é líquido, muda ao longo do tempo.” Helena Brochado, palestrante e coach
Compartilhe
Seja o primeiro a comentar

Publicidade
Texto relacionados
Mostre seu Negócio