Cavalgadas em São Francisco de Paula, foto reprodução Instagram Cavalgadas duram de dois a sete dias Foto: fotos INSTAGRAM/REPRODUÇÃO/JC

Para conhecer a região a galope

Projeto criado em São Chico propõe explorar a cidade e redondezas a cavalo

Imagine, em pleno 2018, fazer uma viagem a cavalo de dois a sete dias. É o que propõe Paulo Hafner, 65 anos, à frente do Cavalgadas a Campo Fora, morador de São Francisco de Paula.
Ele trabalha há quase três décadas com viagens a cavalo. "Temos quase 15 mil clientes, já vendemos mais de 50 mil diárias na serra gaúcha", orgulha-se.
O projeto tem seis roteiros e constantemente há novos. Entre os destinos, estão os Campos de Cima da Serra, Cânions, São José dos Ausentes, Bom Jesus, Pampa e Campanha Gaúcha, Caçapava do Sul, Bagé e até Uruguai. "Temos a única tropa mantida no Brasil exclusivamente para viagens a cavalo. Somos os pioneiros da atividade no País, disponíveis 365 dias por ano, saindo campo afora mesmo com apenas um inscrito", diz.
Entre os participantes, estão pessoas dos três aos 86 anos de idade, alguns que nunca montaram. Há clientes que repetem a experiência mais de 30 vezes, revela o empreendedor. "Vem gente de todos os estados brasileiros e de mais 45 países."
Há pelo menos 18 anos dois terços da clientela chega de São Paulo. São principalmente criadores, proprietários e atletas de todas as modalidades hípicas, que não têm mais onde andar. Paulo é publicitário de formação, ex-professor e editor de revistas e jornais.
INSTAGRAM/REPRODUÇÃO/JC
Compartilhe

Publicidade
Mostre seu Negócio