Bruna Silva foi uma das finalistas do Prêmio Inova Jovem Empreendedor, na categoria Histórico Social Bruna Silva é proprietária do Brechó Brechó La Vie en Rose. Foto: FREDY VIEIRA/JC

Jovem de Porto Alegre viu no empreendedorismo a mudança de vida

Ela viveu até os seis anos entre abrigos, casas dos patrões da mãe e até na rua

Que uma atitude poderosa pode mudar uma vida, todos sabemos. E isso se comprova com a história da Bruna Silva, de 25 anos, de Porto Alegre. A jovem, que viveu até os seis anos de idade entre abrigos, casas dos patrões da mãe e até na rua, hoje se encarrega das contas da casa e cuida da mãe, doméstica aposentada de 57 anos.
Contrariando a letra do famoso funk que diz "era só mais um Silva que a estrela não brilha", Bruna fez a sua estrela perseverar. Desde criança, ela conta, frequentava brechós com a mãe. "Para mim, aquilo era loja e eu adorava estar lá, eu achava legal vestir as roupas grandes, queria ter uma (loja) daquelas", lembra. Porém, o sonho ficou de lado momentaneamente. "A gente cresce, tem que trabalhar, estudar, tem que ter dinheiro para se sustentar", entende.
Mas o que é para ser não falha. Foi durante um trabalho do curso técnico de Publicidade que surgiu o Brechó La Vie en Rose, em 2016. No início, "minha amiga sempre garimpava nos brechós e eu fui com ela para comprar para mim", recorda. Ao lado da amiga e sócia, Ellen Caroline, 21 anos, hoje Bruna vive o sonho de ter seu próprio brechó de moda feminina, que administra pelas redes sociais. "Começou com as nossas roupas mesmo, coisas que a gente trocava entre nós." Atualmente, a jovem é uma das 30 finalistas do Prêmio Inova Jovem Empreendedor, na categoria Histórico Social. 
FREDY VIEIRA/JC
E o giro do estoque continua na base do garimpo de peças. "Nós vamos em vários brechós, até mesmo do bairro, e tentamos fazer essa parceria", explica Bruna. Moradora do bairro Mário Quintana, na zona norte da Capital, Bruna é uma das cerca de dois mil jovens moradores de comunidades periféricas, de oitenta cidades do Brasil, que foram capacitados para empreender em um negócio partindo do zero, com a metodologia By Necessity, da Agência de Fomento Social Besouro.
Ela participou das aulas em abril. De lá, Bruna saiu com uma nova marca para o negócio, planejamento financeiro, de vendas e marketing, noções gerenciais e administrativas. A Agência de Fomento Social Besouro executa capacitações para a abertura de negócios partindo da ideia de baixo ou zero custo até o plano de negócios pronto e a execução.
"Na aulas, descobri que meu público alvo era outro, simplesmente por instrução de ir pra uma lista de transmissão falar com possíveis clientes por WhatsApp. Até a numeração das peças que comprava eu alterei", exemplifica ela. 
Compartilhe
Seja o primeiro a comentar

Publicidade
Mostre seu Negócio