Questão foi trazida por Sérgio Cavalcante, CEO da Cesar, durante o CEO Fórum Questão foi trazida por Sérgio Cavalcante, CEO da Cesar, durante o CEO Fórum Foto: CEO Fórum/Divulgação/JC

Por que estancamos a criatividade?

O CEO Fórum, promovido pela Amcham, sempre provoca reflexões pertinentes. Um dos tópicos trazidos na edição realizada na semana passada abordou a educação: por que os jovens param de ser incentivados a usar a criatividade?
A questão partiu de Sérgio Cavalcante, CEO da Cesar. Da experiência dos filhos dele, disse que, no Ensino Fundamental, são oferecidas às crianças aulas de Artes, Música, Yoga e outras disciplinas holísticas. Chega o Ensino Médio, e o foco muda totalmente. Não há mais "tempo" para abordagens mais livres, que deem asas à imaginação.
Ele afirma que, de uma hora para outra, se reduz o espaço na escola para agir de forma espontânea. Os estudantes viram seres passivos, que precisam consumir uma quantidade enorme de informações.
E não é que é verdade? Por que nos obrigam a entrar no piloto automático e a absorver apenas o que se considera importante? Sabe-se que a divisão de matérias nas escolas é profundamente pensada por estudiosos, mas o que Sérgio traz faz sentido.
Será que não precisamos continuar valorizando, por toda a vida, as atividades que geram prazer e desenvolvem nosso íntimo? Isso não nos tornaria mais empreendedores?
#pensar
Compartilhe
Seja o primeiro a comentar

Publicidade
Mostre seu Negócio