Mauro Belo Schneider

Jornalista é dona da Eyxo Estratégias de Inovação, em Porto Alegre

Greta Paz entra na lista Under30 da Forbes

Mauro Belo Schneider

Jornalista é dona da Eyxo Estratégias de Inovação, em Porto Alegre

A jornalista Greta Paz, 28 anos, paulista radicada em Porto Alegre, integra a concorrida lista dos jovens abaixo dos 30 mais promissores do Brasil, divulgada pela revista Forbes em janeiro. Formada pela Pucrs, ela é dona da produtora de conteúdo Eyxo Estratégias de Inovação, que recentemente recebeu o selo internacional de empresa B - um certificado que valoriza quem alia trabalho e responsabilidade social.

Ops! Este conteúdo é exclusivo para assinantes...

A jornalista Greta Paz, 28 anos, paulista radicada em Porto Alegre, integra a concorrida lista dos jovens abaixo dos 30 mais promissores do Brasil, divulgada pela revista Forbes em janeiro. Formada pela Pucrs, ela é dona da produtora de conteúdo Eyxo Estratégias de Inovação, que recentemente recebeu o selo internacional de empresa B - um certificado que valoriza quem alia trabalho e responsabilidade social.
Nesta entrevista, ela fala sobre o reconhecimento e sobre o seu papel no empreendedorismo feminino.
GeraçãoE - Como foi o processo de escolha da revista Forbes?
Greta Paz - Foram inúmeros questionamentos sobre a minha trajetória empreendedora e sobre a Eyxo para que os jornalistas entendessem que eu deveria entrar na lista de Under30 da revista. O processo longo me fez entender que tem muita credibilidade. Foi uma grande conquista.
GE - A que se deve esse reconhecimento?
Greta - É difícil dizer, pois acredito que o reconhecimento veio por conta da soma de diversos fatores. O trabalho sólido e próspero resume as informações do faturamento da empresa, dos grandes clientes atendidos, do pioneirismo e da certificação de Empresa B que conquistamos. A Eyxo desafia um mercado vigente, trabalha em um ecossistema de empresas inovadoras (Ecosys) e busca ressignificar o sucesso na economia, olhando para o impacto social, ambiental, transparência e prestação de contas.
GE - De que forma o teu exemplo inspira outras pessoas?
Greta - Sou uma mulher, jovem, que mora fora do eixo Rio-São Paulo, buscando mostrar que é possível empreender e ter um negócio de alto impacto. Sou sempre muito sincera quando falo sobre o tema, principalmente no canal de YouTube que criei (Faz de Propósito). Meu negócio não é empreendedorismo de palco, do Vale do Silício, da ideia bilionária. É uma construção sólida, de resiliência e de muito cuidado. Quero muito que outros jovens, principalmente mulheres, vejam na minha história uma possibilidade próxima de também fazer acontecer. Hoje, somente 13% dos cargos de CEO no mundo são ocupados por mulheres. Isso precisa mudar.
GE - A Eyxo faturou R$ 4 milhões em 2019. Quais foram os principais trabalhos que levaram a esse faturamento?
Greta - Vários projetos. E temos um cuidado muito grande para que o resultado da empresa não esteja centralizado em poucos clientes. O formato de recorrência também é fundamental para nós. Temos contratos nesse modelo com clientes como 99, Banco24Horas e Stihl. Além dos modelos de contrato, fizemos um projeto incrível para a marca Seda sobre empreendedorismo feminino, lançamos a categoria Confort da 99 tanto em Curitiba quanto em Porto Alegre e fizemos a comunicação da tradicional premiação Bola de Prata para a ESPN.
GE - De que forma a Eyxo se diferencia de outras produtoras de conteúdo do mercado?
Greta - A Eyxo é uma empresa de experiência de conteúdo. Ela se diferencia de agências porque cria o que ela mesma vai produzir e se diferencia de produtoras porque cuida de estratégia e performance. A nossa forma de contar histórias de marcas tem conquistado muitos clientes, com um índice de satisfação alto. Sem falar que quem contrata a Eyxo está trabalhando com uma Empresa B, que se preocupa com o impacto que gera. Temos a agilidade e flexibilidade de uma startup, com a qualidade das grandes produções. Nosso modelo de negócio é muito único.
GE - O que ainda pretende inventar antes dos 30?
Greta - Estou muito focada em fazer a Eyxo crescer 40% neste ano, mas ainda quero gravar uma série com diferentes olhares sobre empreendedorismo feminino no mundo e escrever um livro sobre o tema. Será que dá tempo antes dos 30? Tomara.
Mauro Belo Schneider

Mauro Belo Schneider - editor do GeraçãoE

Receba matérias deste autor
Mauro Belo Schneider

Mauro Belo Schneider - editor do GeraçãoE

Receba matérias deste autor

Deixe um comentário