Greta Paz criou a Eyxo, empresa de conteúdo estratégico Greta Paz criou a Eyxo, empresa de conteúdo estratégico Foto: EYXO/DIVULGAÇÃO/JC

Como obter atenção do consumidor por meio de vídeos

Greta Paz, fundadora da Eyxo, dá os atalhos para bombar no audiovisual

O vídeo tornou-se um formato de publicação valioso para as empresas: eles rendem bons números, encantam e são capazes de criar uma aproximação real com o público-alvo, se você souber usá-lo criativamente e estrategicamente. De acordo com a Cisco, empresa de TI e redes, em 2019 o vídeo on-line será responsável por quatro quintos do tráfego mundial de internet. As estatísticas para os EUA chegam a 85%.
Entretanto, entra em jogo a disputa pela atenção do usuário, que tem centenas de informações na tela do smartphone à espera de um clique. Diante deste cenário Greta Paz fundou a Eyxo, empresa de conteúdo estratégico especializada em vídeo, de Porto Alegre. Abaixo, ela dá quatro dicas de como cativar a atenção dos consumidores tendo como base alguns conceitos importantes para a produção de um material audiovisual impactante.
1. Conteúdo de qualidade
Para todos os tipos de vídeo, e em qualquer plataforma, a qualidade é essencial. O cuidado com o áudio, imagem e conteúdo não pode falhar. Passou-se a época em que os vídeos falavam apenas sobre produtos ou negócios da marca. Hoje, o consumidor busca conteúdos relevantes, informativos e com histórias que possam agregar algo em sua vida. Este é o caminho.
2. O melhor fica no começo
Os primeiros segundos são fundamentais para captar a atenção do usuário nas redes sociais, já que ele está diante de milhares de informações no seu feed de notícias. Se na TV estamos acostumados a esperar o melhor no final, na internet o melhor vem primeiro. É preciso reter a atenção que conquistamos no clique.
3. Capriche na estética
Em redes sociais como Instagram, por exemplo, a qualidade e estética valem ouro. Os vídeos são mais curtos e precisam, por meio de conteúdo relevante, passar a mensagem de forma ágil e clara.
4. Atenção na acessibilidade
Dados do YouTube mostram que o consumo de vídeos nos dispositivos móveis representa mais de 60% do tempo de exibição da plataforma. Por isso, a produção deve seguir pelo menos dois conceitos: vídeo gravado na vertical para ocupar o máximo da tela do celular e com legendas, já que o consumidor muitas vezes está sem fones de ouvido enquanto navega.
O vídeo deixou de ser pensado e produzido apenas para a TV, onde a atenção do consumidor e toda a família estava cativa. Grandes produções agora se transformam em vídeos verticais na tela de aparelho móvel. Não se pode ignorar que o comportamento de consumo tem ditado as principais transformações do meio digital, trazendo uma nova lógica de produção de conteúdo. É preciso emocionar, envolver e respeitar o seu público.
 
Compartilhe
Seja o primeiro a comentar

Publicidade
Mostre seu Negócio