Não é cobrada entrada nos estabelecimentos, onde músicos recebem gorjetas dos turistas Há mais de 150 locais com apresentações ao vivo diariamente em Nashville Foto: Mauro Belo Schneider/Especial/JC

Nashville: uma cidade que celebra e lucra com a música

Lugar, no sul dos EUA, é conhecido como Music City, e gera bilhões de dólares à região

Imagine uma cidade que vive, literalmente, de música. Assim é Nashville, no Tennessee, sul dos Estados Unidos. Há pouco mais de uma década foi decidido que essa seria a característica da região, o que se fortaleceu com um trabalho intenso de branding, ou seja, de criação da marca Music City. Hoje, a música emprega 60 mil pessoas por ali e tem um impacto econômico anual de US$ 10 bilhões.
O turista que chega a Nashville sente essa ambientação de cara. Já no aeroporto há músicos que recepcionam quem desembarca no portão internacional. Lojas, cafés e uma série de auditórios, como o lendário Ryman, que promove aproximadamente 250 performances anualmente, reforçam a mensagem sonora a todo o momento. Sem falar no Blue Bird Cafe, pequeno e aconchegante empreendimento que recebe compositores e intérpretes de peso (vencedores de Grammys, como Nathan Chapman) em formato de arena entre as mesas.
> Vídeo: Editor do GE mostra como é a cidade da música: 
Uma das regiões mais disputadas, em qualquer dia da semana, é a Broadway. Os pubs têm entrada franca e oferecem apresentações ao vivo das 10h da manhã às 2h da madrugada. Clientes pagam apenas pelo que consomem e são convidados a dar gorjetas aos artistas. O estilo favorito, claro, é country. Com isso, todo um comércio de botas e chapéus se sustenta.
Heather Middleton, vice-presidente de Relações Públicas da empresa de turismo Nashville Convention & Visitor Corp., conta que até algumas sinaleiras tocam música enquanto o pedestre espera para atravessar a rua. "Temos mais de 150 lugares para ouvir música ao vivo diariamente", ressalta ela. Nashville sempre foi considerada berço de talentos musicais, e entre as revelações contemporâneas estão Taylor Swift, Blake Shelton, Miley Cyrus e Kesha. O Entrepreneur Center tem até um projeto chamado Project Music (projectmusic.co), focado em promover inovação na indústria. 
O destino é o que mais cresce em turismo nos Estados Unidos. A companhia aérea British Airways, inclusive, passará a operar um voo direto de Londres a partir de maio. O fator musical, aliás, tem chamado atenção do público brasileiro. Enquanto a reportagem estava na cidade, o apresentador do programa Pedro Pelo Mundo, da GNT, Pedro Andrade, fazia gravações - o que deve gerar ainda mais curiosidade quando for ao ar.
Audra Ladd, responsável pelo departamento de desenvolvimento econômico e comunitário da prefeitura, conta que existe um conselho de Música na administração pública. Seja pela decisão de ter uma personalidade temática ou por outros motivos, "Nashville está em quarto lugar no ranking de crescimento de empreendedorismo nos Estados Unidos", informa ela, baseada no Kaufman Index, um levantamento nacional. Os números surpreendentes não param por aí: 70 pessoas se mudam para Nashville diariamente, com uma média de idade de 29 anos.
O ritmo serve de exemplo para outras cidades que querem apostar em um nicho para se diferenciar - sem sair do tom. 
Compartilhe
Seja o primeiro a comentar

Artigos relacionados
Publicidade
Newsletter

HISTÓRIAS EMPREENDEDORAS PARA
VOCÊ SE INSPIRAR.

Receba no seu e-mail as notícias do GE!
Faça o seu cadastro.





Mostre seu Negócio