Clube para idosos ativos que não querem morar sozinhos. Clube 60. Na foto: Mara Pacheco e Thiago Lopes Thiago e Mara lançaram o projeto juntos Foto: FREDY VIEIRA/JC

Apart hotel de Porto Alegre destina porcentagem de quartos só para idosos

Ideia do Clube 60 é proporcionar convívio, lazer e mordomia

O Bela Vista Service Residence, apart hotel que funciona há 12 anos na rua Lucas de Oliveira, em Porto Alegre, destinou 20% de seus 70 apartamentos para receber especialmente um perfil de público que cresce no Brasil, o de idosos (e em busca de moradia com conforto). Frequentado por executivos e estrangeiros, o objetivo do Clube 60 é proporcionar, justamente, convívio. 
Parceiros na empreitada, Mara Pacheco, 61 anos, diretora do flat, e Thiago Lopes, 37, dono da clínica Altos do Bela Vista, reforçam que a ideia não é transformar o espaço em um hotel geriátrico, pelo contrário. Quem opta por viver ali deve ser uma pessoa independente, ativa, saudável e terá uma série de atividades a seu dispor, como serviço de secretariado, translado, entre outros. Em outras palavras, é para quem quer tempo para si na terceira idade.
“Sempre se falou em melhor idade, mas nunca se praticou. Queremos proporcionar isso. Aqui, ninguém se preocupa com a rotina da casa”, clareia Thiago. Para o futuro, o objetivo é fazer parcerias com demais hotéis pelo Brasil, e permitir que os membros possam circular, viver uma temporada em Porto Alegre e outra em alguma cidade de sua preferência. 
Ter uma parcela da vacância garantida todo mês foi a estratégia de Mara nestes tempos de aumento da concorrência no ramo hoteleiro, com hostels a Airbnb integrando o mercado. “Dezembro, janeiro e fevereiro são meses complicados. Em busca de estabilidade, sempre trabalhamos com mensalistas. E foi deles que vimos a necessidade de criarmos novas oportunidades”, diz ela.
O preço para morar no flat fica entre R$ 5,5 mil e R$ 12 mil, conforme o pacote contratado. Há a liberdade, ainda, para reformas nos apartamentos, decoração própria ou união de mais de uma unidade.
Atualmente, o Clube 60 tem sete hóspedes. “Nosso maior concorrente é a casa da pessoa, pelo apego e vínculo emocional”, ressalta Thiago. Mara acrescenta que alguns clientes ficam receosos, por exemplo, de trocar um imóvel de 250 m² por um ambiente de 32 m², referente à área privativa no Clube 60, dividida em quarto, sala, cozinha e banheiro. A verdade, diz ela, é que o idoso terá muito mais do que isso nas áreas comuns. Piscina, academia, bistrô e cobertura estão entre os atrativos. 
Compartilhe
Comentários ( 2 )
  1. Daniel

    Tive a oportunidade de conhecer o Apart Hotel há alguns meses. Muito interessante o serviço e estrutura. Parabéns! Dr Daniel Pietko

  2. Juara Ricciardi

    Excelente ideia. Se me vir sozinha em algum momento da minha vida, ser exatamente onde quero viver.

Publicidade
Newsletter

HISTÓRIAS EMPREENDEDORAS PARA
VOCÊ SE INSPIRAR.

Receba no seu e-mail as notícias do GE!
Faça o seu cadastro.





Mostre seu Negócio