Júlio, diretor de Marketing da empresa, diz que ação gera engajamento Júlio, diretor de Marketing da empresa, diz que ação gera engajamento Foto: /CLAITON DORNELLES /JC

Fruki muda rótulo pelo Outubro Rosa

O objetivo é conscientizar os consumidores sobre o câncer de mama

A Fruki inicia hoje, pelo terceiro ano consecutivo, sua campanha de responsabilidade social em parceria com o Instituto da Mama do Rio Grande do Sul (Imama). Com um investimento de R$ 200 mil, seis milhões de garrafas Água da Pedra chegarão aos pontos de venda com o rótulo e a tampa rosas, em alusão ao Outubro Rosa, mês de conscientização sobre o câncer de mama. Uma parcela das vendas será revertida à entidade.
Júlio Eggers, 31 anos, diretor de Marketing da empresa, diz que, mais que agregar valor à marca, desenvolver uma ação desse tipo engaja os funcionários. "Somos uma companhia muito comercial, momentos assim são legais porque podemos trazer aqui para dentro uma outra abordagem", comenta ele, que é um dos sucessores na organização, criada no Rio Grande do Sul em 1924. Suas três irmãs, Luiza, Aline e Fabíola, além do irmão Fernando, trabalham no negócio da família. O outro irmão, João, decidiu empreender em algo próprio, e abriu uma operação de acabamentos para construção civil.
A Fruki, que tem 850 funcionários, lançou, neste ano, energéticos e sucos (esses últimos atingiram a projeção de vendas para 30 dias em apenas cinco). Para 2018, a meta é voltar às origens: oferecer uma linha de cervejas. Júlio conta que, a fim de desenvolver o produto ideal, um grupo de 20 pessoas se reuniu por dois dias no Espaço Agulha, recentemente. O objetivo era promover imersão e debates.
O diretor, que é formado em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) e aluno de um MBA no Insper, em São Paulo, prevê que a Fruki cresça 20% em 2017. Nesta entrevista, concedida no Centro de Distribuição de Canoas, ele dá mais detalhes sobre a iniciativa, sucessão e o relacionamento com sua equipe.
GeraçãoE - Como surgiu o Outubro Rosa da Fruki?
Júlio Eggers - Há três anos, havia esse movimento legal ganhando corpo no Rio Grande do Sul e nos perguntamos como poderíamos contribuir. Por isso, trocamos a tampa e o rótulo das garrafas da Água da Pedra. No segundo ano, fizemos algumas melhorias e nos aproximamos do Imama. Nosso desafio é ajudar a disseminar conteúdo, inclusive nas redes sociais. Muito do que compartilhamos é produzido pela entidade. Haverá também apoio em workshops e palestras. É a campanha do ano que tem maior envolvimento das pessoas da porta para dentro. Temos várias profissionais que já passaram por isso (câncer de mama). Como a nossa rotina é muito comercial, vivemos de venda, as campanhas normalmente têm cunho promocional. Nesta, no entanto, não falamos em promoção. É legal ter momentos para fazer essa abordagem social. O incremento de vendas não é significativo, tem uma agregação de valor à marca, mas não pensamos só nisso.
GE - Como é tratada a questão da Responsabilidade Social na empresa?
Júlio - A Fruki tem várias ações, muitas relacionadas a questões socioambientais, principalmente em Lajeado, onde fica a sede desde 1971. O Outubro Rosa faz parte do nosso posicionamento, tem muito a ver com a Água da Pedra, devido à abordagem de vida equilibrada e um público mais feminino. Quem está se tratando precisa tomar muita água, que representa saúde.
GE - Tu que trouxeste essa ideia?
Júlio - É difícil ter na Fruki algo que uma pessoa traga. Nossos processos são muito cocriados. As discussões são tão intensas que é raro dar o nome de um pai ou de uma mãe a um projeto. São muitos envolvidos.
GE - O que tira de lição do processo de sucessão?
Júlio - É superimportante ter humildade para aprender quando se está entrando numa organização que já tem virtudes. Para mim, foi fácil, fui muito bem recebido pelo meu pai e irmãs.
GE - E como é teu relacionamento com os funcionários?
Júlio - É importante eles terem autonomia para provocar, sugerir. Erros fazem parte do processo e não podem ser demonizados.
GE - Fale mais do projeto da cerveja.
Júlio - Estamos trabalhando no processo. Conseguimos fazer um workshop para cocriar, com pessoas de várias áreas por dois dias. Havia pessoal de design, donos de microcervejarias, sommeliers. Falamos de posicionamento de marca, mercado, identidade, precificação e o que é tendência. A gente saiu com muitas dúvidas também, agora temos de achar as respostas.
{'nm_midia_inter_thumb1':'http://jcrs.uol.com.br/_midias/jpg/2017/09/25/206x137/1_cd250917_fruki__61_-1641261.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'59c96d86ac2d5', 'cd_midia':1641261, 'ds_midia_link': 'http://jcrs.uol.com.br/_midias/jpg/2017/09/25/cd250917_fruki__61_-1641261.jpg', 'ds_midia': 'Julio Eggers, sócio diretor da Fruki
Parceria Fruki/Imama para o Outubro Rosa', 'ds_midia_credi': 'CLAITON DORNELLES /JC', 'ds_midia_titlo': 'Julio Eggers, sócio diretor da Fruki
Parceria Fruki/Imama para o Outubro Rosa', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '533', 'cd_midia_h': '800', 'align': 'Left'}
Compartilhe
Seja o primeiro a comentar

Publicidade
Newsletter

HISTÓRIAS EMPREENDEDORAS PARA
VOCÊ SE INSPIRAR.

Receba no seu e-mail as notícias do GE!
Faça o seu cadastro.





Mostre seu Negócio