Em dois anos ainda não dá pra dizer que um negócio não tenha dado certo: é preciso insistir Em dois anos ainda não dá pra dizer que um negócio não tenha dado certo: é preciso insistir Foto: FREEPIK/DIVULGAÇÃO/JC

Persistência é vital para o seu negócio

Há algum tempo, contamos no GeraçãoE a história de um restaurante italiano aberto em Porto Alegre. E, com menos de seis meses de funcionamento, recentemente fechou.
A partir deste exemplo, é possível fazer uma reflexão sobre a importância da persistência nos negócios. O local mencionado inaugurou com a proposta de servir almoços e, aos fins de semana, jantares.
De uma hora para a outra, ao perceber a falta de movimento, a dona resolveu mudar: ficaria apenas com o serviço noturno. Será que não deveria ter insistido um pouco mais na ideia inicial?
O público precisa de um tempo para conhecer o sistema dos empreendimentos. Se ele não souber, exatamente, o horário de funcionamento, ficará receoso de ir. Rotina é essencial para fidelizar as pessoas.
Prova da eficiência da persistência é outro caso que destacamos por aqui, de um restaurante húngaro de São Sebastião do Caí. O proprietário contou que nos primeiros três meses de operação serviu apenas dois almoços. Mas manteve seu foco. Hoje, o sustento da família toda vem dali.
Com raras exceções, as coisas não pegam de uma hora para outra. Por isso o retorno de investimentos em projetos próprios, normalmente, acontecem após anos.
#sigafirme
Compartilhe
Artigos relacionados
Comentários ( )
Deixe um comentário

Publicidade
Newsletter

HISTÓRIAS EMPREENDEDORAS PARA
VOCÊ SE INSPIRAR.

Receba no seu e-mail as notícias do GE!
Faça o seu cadastro.





Mostre seu Negócio