Através da Applause, Pedro também organiza cerimônias beneficentes Pedro Moreira, diretor da Applause, produtora de formaturas que quer trazer inovações para este mercado Foto: Divulgação/JC

Mercado de formaturas em busca de reinvenção

Especialmente nesta época, empresas que promovem cerimônias de formatura estão a mil. Mas nada de levar anos para entregar as fotos

Com o objetivo de renovar um mercado "dinossauro", em 2015 o relações públicas Pedro Moreira, 31 anos, iniciou a Applause, empresa especializada na produção de formaturas.
Mas isso faz parte de toda uma trajetória de erros e acertos pelo mercado de eventos e entretenimento. Pedro já tocou casa noturna, produziu bandas, fez o primeiro estágio em uma produtora de formatura, entre outras coisas. "Fui me deixando testar", afirma ele, que teve a sorte de contar com suporte familiar para poder arriscar em suas tentativas de negócio.
Com passagem pelo Kzuka, foi desenvolvendo a relação com estudantes e colégios. De 2009 a 2014 aprofundou o contato com a inteligência necessária para o público-alvo jovem e formando. Neste período, foi chamado para participar da equipe comercial de uma empresa que estava sendo implantada no Brasil, o Peixe Urbano, onde aprendeu sobre vendas. E assim se faz o mix da experiência empreendedora.
Antes de abrir a Applause, ele teve outra empresa de formaturas com mais sócios. O desligamento veio da percepção sobre a necessidade de inovar. "Eu tinha duas opções: ou apostar em inovação e criatividade, ou ter o preço mais baixo", comenta.
Foi estudando a execução que chegou ao modelo que preza pela agilidade de entrega dos materiais, com investimento pesado em equipamento audiovisual e suporte digital, atitude que grande parte das empresas do ramo ainda não aderiu. "O mercado tem algumas características de 30 anos atrás."
O diferencial que encontrou está nos vídeos, que têm uma linguagem mais publicitária, e as fotos que são editadas enquanto a formatura está acontecendo e ficam disponíveis para o cliente postar nas redes sociais no mesmo dia.
Além disso, "ajudamos a criar a cultura das festas de formatura sem bebida alcoólica nos colégios", exemplifica ele. Hoje, afirma, isso nem é mais discutido. A empresa atende cerca de 80% dos colégios particulares de Porto Alegre e já trouxe grandes atrações para as festinhas dos menores, como o show da cantora Valesca Popozuda. A empresa também aposta na realização de formaturas beneficentes, em que uma escola é escolhida para ganhar uma cerimônia completa, com ajuda de parceiros. "A gente trabalha com sonhos. Dá pra ver que quando a conquista é feita com esforço, o gostinho da vitória é diferente", emenda.
Compartilhe
Artigos relacionados
Comentários ( )
Deixe um comentário

Publicidade
Newsletter

HISTÓRIAS EMPREENDEDORAS PARA
VOCÊ SE INSPIRAR.

Receba no seu e-mail as notícias do GE!
Faça o seu cadastro.





Mostre seu Negócio