Estefânia Martins e Maurício Ferran são sócios do Bistrô Temperos e Aromas Estefânia Martins e Maurício Ferran são sócios do Bistrô Temperos e Aromas, localizado em João Pessoa/PB Foto: JC

Para morar perto da praia, jornalista e chef gaúcho abrem bistrô na Paraíba

O casal de Porto Alegre está esperançoso pela validação do empreendedorismo em sua vida em 2017

A jornalista de Porto Alegre Estefânia Martins e o chef de cozinha Maurício Ferran, ambos de 31 anos, decidiram trocar o asfalto pela areia e o salário por faturamento. Por isso, abriram seu primeiro negócio, em novembro deste ano, em João Pessoa, na Paraíba. Embora o Bistrô Temperos e Aromas já esteja funcionando há um mês, 2017 é que será o ano de validar a vida empreendedora do casal
O local, que está sendo reformado, representa uma conquista e uma nova realidade. "Quando decidimos nos mudar, o pessoal achava que a gente era louco de fazer uma mudança tão radical. Ainda mais não tendo emprego nos esperando aqui. Só perguntavam o que a gente iria fazer", lembra a jornalista. 
Em 2017 vai ser, efetivamente, o ano do bistrô, prevê Estefânia. "Estaremos mais conhecidos aqui. Agora, está sendo o período de teste", avalia. O restaurante, que fica na beira da praia, está com todas as oito mesas reservadas para a virada do ano, aguardando 32 pessoas para a celebração.
Para Estefânia, o grande desafio do negócio será nos meses de veraneio, em que precisará administrar muita demanda. "Janeiro, fevereiro e março são os meses mais concorridos. Muitos hotéis já estão reservados para todo o período. Nós pretendemos trabalhar muito", conta.
A abertura do primeiro negócio foi estimulada por um sonho antigo do casal: morar em uma cidade praiana. Em julho, os dois largaram a vida na capital gaúcha para residir a 500 metros do mar nordestino. O objetivo sempre foi abrir um negócio, mas a oportunidade de locação do prédio antecipou os planos.
"Nós vínhamos tomar chimarrão aqui perto e percebemos que o estabelecimento estava para alugar. Como o ponto é bom, porque tem muito comércio em volta, e fica em frente à praia, resolvemos aproveitar", explica ela.
A aposta na gastronomia foi em decorrência das habilidades de Maurício. Quando ainda estavam em Porto Alegre, o chef costumava criar pratos em casa para receber a família e amigos. Os quitutes eram tão elogiados que Estefânia criou um canal divulgando as receitas do marido. O blog Temperos e Aromas foi o que inspirou o nome do bistrô.
"É a realização de um sonho para mim e para ele. Todo o cozinheiro quer ter seu próprio restaurante, ver seu prato servido e reconhecido", divide ela.
Estefânia, que fez pós-graduação em Comunicação Empresarial e foi gerente de Marketing de uma grande empresa gaúcha por sete anos, também se sente completa em utilizar o conhecimento obtido para o progresso de sua própria empreitada.
Todo o planejamento, administração e funcionamento do bistrô são realizados pelos novos empreendedores. Maurício é responsável pelo que envolve a gastronomia, enquanto a jornalista cuida do atendimento ao público e marketing. "Eu sou mais calma, por isso fico com atendimento", brinca.
Entre as dificuldades que o casal enfrentou ao abrir a primeira empresa, ela destaca a burocracia. Para evoluírem do estágio burocrático, os sócios precisaram recorrer à ajuda especializada, recebendo consultorias do Sebrae. "O Brasil como um todo dificulta tanto na hora de abrir uma empresa que chega a desestimular", lamenta. Ao comparar sua antiga posição, como funcionária, a sua atual, como empreendedora, a jornalista se surpreende. "É mais desafiador, porque agora tenho que pensar como empresária, marqueteira e jornalista. Eu larguei um emprego sólido, tivemos muita coragem. Mas eu não digo que mudei de área, digo que melhorei, porque estou aprendendo a fazer mais coisas", expõe.
Com base em sua experiência, Estefânia dá conselhos a quem deseja iniciar o primeiro negócio em 2017: "As pessoas devem abrir algo na área em que elas têm habilidade, e precisam trabalhar com algo que lhes dê prazer".
"É como a frase daquela música 'meu escritório é na praia'. Nós trabalhamos de frente para o mar. Quando dá uma brecha, paramos e contemplamos a vista. É preciso coragem. Nós não nos arrependemos. Vale a pena ir em busca da felicidade", realiza.
O bistrô soma uma área externa de 50 m² com vista de frente para o mar
Compartilhe
Artigos relacionados
Comentários ( 1 )
  1. Renata

    Frequento quase todos os dias, mesmo antes da inaugurao, pratos perfeitos saborosssimos com valores abaixo do mercado, ambiente familiar muito agradvel mesmo, sem contar o atendimento dos meu queridos amigos Steff e Maurricio.

Deixe um comentário

Publicidade
Newsletter

HISTÓRIAS EMPREENDEDORAS PARA
VOCÊ SE INSPIRAR.

Receba no seu e-mail as notícias do GE!
Faça o seu cadastro.





Mostre seu Negócio