Lucas diz que ele e seus sócios investiram cerca de R$ 250 mil para a operação inaugurada na praia em novembro. O negócio funcionará o ano todo Lucas diz que ele e seus sócios investiram cerca de R$ 250 mil para a operação inaugurada na praia em novembro. O negócio funcionará o ano todo Foto: ROBERTA FOFONKA/Especial/JC

Barbearia La Mafia inova em Capão da Canoa

Unidade tem 450m² e fica na avenida Paraguassú

Famosa pelo sucesso junto aos apreciadores do futebol, a La Mafia Barbearia Social Club agora conta com uma unidade em Capão da Canoa. A marca, que iniciou suas atividades em Porto Alegre no mês de setembro de 2014 e já conta com cerca de 60 colaboradores, foi idealizada e criada pelos sócios Lucas Siqueira, 30 anos, e Jader Lewis, 31. Eles contaram com a parceria - em um primeiro momento, apenas financeira - de Aloísio dos Santos, 28, jogador de futebol que atua no Hebei China Fortune, da China.
Na La Mafia litorânea, inaugurada em 12 de novembro, o cliente tem experiências que vão além do corte de cabelo (que custa R$ 35,00) e da barba (que sai por R$ 30,00). O espaço, de aproximadamente 450m², conta com uma mesa de Fla-Flu, outra de futebol de botão e o combo moderno (sofá, TV e videogame).
A unidade de Capão também é a única que tem um palco para apresentações musicais em determinados dias durante o período de veraneio. "Vai tocar de tudo. Rock, samba, reggae", garante Lucas. A barbearia do Litoral é a maior da marca, e, por isso, é a que teve mais investimento - cerca de R$ 250 mil. "Aqui, temos uma peculiaridade: a população dobra todo fim de semana. No feriado, atendemos gente de todo o Estado", detalha Lucas, dizendo estar impressionado com o movimento.
O alto investimento se explica pela proposta. Os sócios visam tornar a unidade de Capão da Canoa uma espécie de modelo.
Em pouco mais de dois anos de atuação, a La Mafia soma sete unidades entre o Rio Grande do Sul (Taquara, Pelotas, Canoas, além da Capital e da praia) e o Paraná (Foz do Iguaçu). O plano é crescer ainda mais. "Neste ano de 2017, queremos vender 20 franquias", projeta Lucas, observando que, apesar de terem sido acometidos pelo receio, a unidade de Foz do Iguaçu (a mais distante) foi um acerto.
Atualmente, o amigo Aloísio - criado nas categorias de base do Grêmio - não é apenas um investidor. "Ele não está presente, mas nos cobra bastante", garante Lucas. Além disso, a relação com o futebol ultrapassa a amizade com Aloísio. Nas paredes do empreendimento de Capão - assim como em outras sedes - estão enquadradas camisas da dupla Grenal e de clubes europeus. Nas redes sociais, a La Mafia ostenta fotos com boleiros, como Douglas e Marcelo Oliveira, do Grêmio, e Luiz Adriano, ex-Inter.
A operação fica na avenida Paraguassú e ocupa um espaço de 450m², a maior unidade da rede porto-alegrense
Compartilhe
Artigos relacionados
Comentários ( )
Deixe um comentário

Publicidade
Newsletter

HISTÓRIAS EMPREENDEDORAS PARA
VOCÊ SE INSPIRAR.

Receba no seu e-mail as notícias do GE!
Faça o seu cadastro.





Mostre seu Negócio