Após a partida, um descanso nas bolhas e cliques para as redes Após a partida, um descanso nas bolhas e cliques para as redes Foto: JOICE ECCEL/DIVULGAÇÃO/JC

Jogamos futebolha

"O pessoal gosta mesmo é de trombar um no outro e sair rolando, dando risada", diz Joice. Foi o que fizemos

O futebolha é uma versão inusitada (e divertida) do futebol, com duas diferenças: (1) o jogador precisa "vestir" grandes bolhas infláveis de 13kg; e (2) a graça não está em fazer gol. O legal mesmo é derrubar o adversário com um encontrão - semelhante àqueles trocados no futebol americano.
Quem nos proporcionou essa experiência foi a empreendedora Joice Eccel, 34 anos. Desde o início do ano, ela está à frente da Smile Futebolha RS. Dias atrás, ela nos levou na quadra F13 Society, em São Leopoldo.
Primeiro, houve certo ceticismo por parte da equipe. "Mas essa bolha não é pequena demais?", indagou Niágara Braga, repórter do GE.
Não é. As bolhas cobrem todo o tronco, só as pernas ficam de fora. Na hora da queda, nem se sente o impacto. Dá até para virar cambalhota.
Em teoria, a atividade consiste em uma partida de disputa de gols. Raríssimas são as vezes, no entanto, em que esse é o foco, nos contou Joice. "O pessoal gosta mesmo é de trombar um no outro e sair rolando, dando risada."
Foi o que fizemos.
Além de divertido, o jogo queima calorias. Prova é que, em 15 minutos, já estávamos suados, com a língua de fora (veja o vídeo no final).
A Smile Futebolha RS atende toda a Grande Porto Alegre, e também procura interessados no Litoral e na Serra. É ideal para grupos de amigos, colegas e funcionários de empresas durante eventos. Reservas pelo telefone ou WhatsApp no (51) 9600-3396, bem como pela página da empresa na internet e no Facebook.
Compartilhe
Artigos relacionados
Comentários ( )
Deixe um comentário

Publicidade
Newsletter

HISTÓRIAS EMPREENDEDORAS PARA
VOCÊ SE INSPIRAR.

Receba no seu e-mail as notícias do GE!
Faça o seu cadastro.





Mostre seu Negócio