Jean de Carvalho teve de fechar a unidade em frente ao Parcão Entrevista com Jean de Carvalho ( Frutaria do Parque ) Foto: MARCO QUINTANA/JC

Carrinhos de açaí serão novidade nos parques da Capital

Açaí da Frutaria, inaugurado em Atlântida, virá para Porto Alegre após o veraneio

O Açaí da Frutaria, braço da Frutaria do Parque, de Porto Alegre, deu tão certo em Atlântida (no Las Rambas) que deve operar também na Capital. A marca está vendendo mais de 30 quilos do produto por fim de semana.
Os carrinhos que estão sendo usados para a distribuição na beira da praia devem circular pelos parques porto-alegrenses quando o veraneio terminar. O sócio Jean de Carvalho afirma que apostou no açaí, pois recebia muitos elogios dos clientes sobre o produto e acredita que a receita combine com a estação.
"Eles (os clientes) dizem que o nosso açaí é o melhor da Capital, e foi com essa propaganda que o lançamos na praia", conta.
A opção pelos carrinhos também será uma maneira de a Frutaria continuar operando, já que a sede, em frente ao Parcão, foi fechada no dia 31 de janeiro. Segundo Carvalho, não houve renovação do contrato de locação da loja. O objetivo é reabri-la em um espaço maior no próximo verão.
"Nós não vemos a Frutaria dentro de um shopping, precisa ser próximo a um parque", diz. "Então, estamos estudando um ponto que tenha a nossa cara, e isso leva tempo."
Uma ampliação também está prevista para o Litoral, em 2017. "Os nossos clientes da praia geralmente nos conhecem de Porto Alegre e pedem os outros pratos que servimos. Por isso, a ideia é também levar o cardápio completo para lá", planeja.
A Frutaria do Parque, inaugurada em outubro de 2013, é a aposta de três gaúchos: dois advogados (os irmãos Cristian e Luciano Cury) e um contador (Carvalho). "Tínhamos a ideia de que, em Porto Alegre, se inicia tudo. Se desse certo aqui, daria em outros lugares", lembra Carvalho, sobre os primeiros passos do negócio.
E o início, para ele, foi realmente surpreendente. "Na abertura, tivemos mais de 500 clientes. Zeramos a cozinha, tivemos que fechar quatro horas antes do programado. Em três meses, já tínhamos mais de 13 mil curtidas no Facebook", lembra.
Compartilhe
Comentários ( 0 )

Publicidade
Mostre seu Negócio