Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 13 de maio de 2018.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

acontece

Notícia da edição impressa de 14/05/2018. Alterada em 11/05 às 18h37min

Fernanda Torres e Vik Muniz abrem o Fronteiras do Pensamento 2018

Vik Muniz, acompanhado por Fernanda Torres, abre ciclo de conferências hoje

Vik Muniz, acompanhado por Fernanda Torres, abre ciclo de conferências hoje


/JONATHAN HECKLER/JC
A atriz e escritora Fernanda Torres e o artista plástico Vik Muniz são as primeiras atrações do Fronteiras do Pensamento 2018. A dupla faz a abertura do evento, hoje, às 19h45min, no Salão de Atos da Ufrgs (Paulo Gama, 110).
Os pacotes que dão direito aos oito encontros do ano são vendidos a R$ 1.780,00 na Bamboletras (Lima e Silva, 776), Instituto Ling (João Caetano, 440), StudioClio (José do Patrocínio, 698) e na Central de Atendimento ao Aluno da Pucrs (Ipiranga, 6.681). Outra possibilidade é a compra online, pelo site www.ticketsforfun.com.br. Não há comercialização de ingressos individuais.
O programa deste ano tem como tema O mundo em desacordo. A ideia é convidar os participantes a refletir sobre como as guerras culturais marcam a migração dos temas éticos para o centro do debate público.
"Não lido com otimismo, nem com pessimismo. São sempre as duas coisas juntas. Não há como ser otimista hoje em dia. Vivemos um período de fim de mundo, todos têm essa sensação de que o homem enlouqueceu. São ondas, acho que isso vai mudar", afirma Fernanda, atualmente também colunista de publicações.
Já Vik Muniz busca na fotografia a expressão para questões de representação da realidade. Seu processo de trabalho consiste em compor as imagens com materiais como restos de comida, sucata, resíduos de obras e açúcar, por exemplo.
A agenda do ciclo de palestras inclui, até o fim do ano, Leïla Slimani, Catherine Millet, José Eduardo Agualusa, Siddhartha Mukherjee, Ai Weiwei, Javier Cercas, Alejandro Zambra, Mark Lilla e Luiz Felipe Pondé.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia