Porto Alegre, segunda-feira, 16 de setembro de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
17°C
23°C
9°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,0880 4,0900 0,04%
Turismo/SP 4,0400 4,2800 0,94%
Paralelo/SP 4,0500 4,2900 0,94%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
136281
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
136281
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
136281
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

ELEIÇÕES Notícia da edição impressa de 06/07/2012

Di Lorenzo registra candidatura no TRE pelo PSDB

Keli Lynn Boop

MARCO QUINTANA/JC
Wambert Di Lorenzo entregou também proposta do plano de governo
Wambert Di Lorenzo entregou também proposta do plano de governo

Sem transtornos ou imprevistos, se encerrou na quinta-feira, conforme a legislação eleitoral prevê, a apresentação nos cartórios eleitorais dos pedidos de registro dos candidatos a prefeito, vice e vereadores. Em Porto Alegre, na parte da tarde, ocorreu com tranquilidade, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) da Padre Cacique, o registro da chapa do candidato a prefeito pelo PSDB,  Wambert Di Lorenzo, e de seu vice, Marco Dangue Pinheiro (PRP).

Ao contrário do que aconteceu na quarta-feira, quando a manifestação dos servidores da Justiça federal impossibilitou o registro da chapa de José Fortunati (PDT) e Sebastião Melo (PMDB) no TRE da Padre Cacique, o que fez com que a inscrição acabasse sendo transferida para a sede do tribunal, na rua Duque de Caxias.

Depois de se reunir rapidamente no hall do cartório com o presidente municipal do PSDB, vereador Mario Manfro, com o vereador Luiz Braz (PSDB) e com o seu vice, Marco Pinheiro, Di Lorenzo seguiu o protocolo da legislação eleitoral e inscreveu a chapa com o plano de governo e a nominata proporcional representada por 53 vereadores, sendo 16 mulheres e 37 homens. Também foi oficializada a coligação na proporcional com o PRP.  “Vamos buscar a eficiência da administração pública, mas não como um valor vazio e voltado para si mesmo, mas uma eficiência voltada para as pessoas porque a nossa compreensão de cidade é uma visão humanística”, afirmou Di Lorenzo, após oficializar a inscrição da chapa.

O plano de governo da coligação “Porto Alegre para Todos” tem três eixos fundamentais. “A gestão de eficiência, a responsabilidade fiscal e o governo para as pessoas, ou seja, nós temos que governar a cidade sempre lembrando qual é o fim, para que ela existe e por quem ela é feita, ou seja, as pessoas”, enfatizou Di Lorenzo.

Na quinta-feira, além do tucano, também fizeram os registros os candidatos da coligação “Renova Porto Alegre”, representada por Jocelin Azambuja (PSL) e por seu vice, Luiz Carlos Machado (PSDC), além dos candidatos a prefeito Roberto Robaina (P-Sol) e a vice Goretti Grossi (PCB); e Érico Corrêa e Resplande de Sá, respectivamente candidatos a prefeito e vice do PSTU. Na semana passada, já haviam feito seus registros a candidata Manuela d’Ávila (PCdoB) e o seu vice, Nelcir Tessaro (PSD), assim como os candidatos a prefeito e vice, respectivamente Adão Villaverde (PT) e Coronel Arlindo Bonete (PR). Está concluída, assim, a etapa de inscrições na Capital, que terá sete candidatos na corrida pelo Paço Municipal.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Lewandowski rebate Cunha e reafirma que normas sobre doação valerão em 2016
Segundo o presidente do STF, a decisão do Supremo será aplicada em 2016 sem que sejam possíveis questionamentos jurídicos sobre a questão
TSE perdoa multa de José Serra
A então relatora, ministra Nancy Andrghi, multou José Serra e Roberto Jefferson em R$ 5 mil cada, além de multar o PTB em R$ 7,5 mil
Partidos intensificam as articulações para 2016
Ao menos 10 legendas cogitam lançar candidato próprio em Porto Alegre
OAB pede que Supremo proíba financiamento empresarial de campanha já em 2016
OAB protocolou ação cautelar no STF para proibir o financiamento empresarial de campanha já nas eleições municipais de 2016