Porto Alegre, quinta-feira, 19 de setembro de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
18°C
19°C
12°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,1370 4,1390 0,82%
Turismo/SP 4,0900 4,3200 1,17%
Paralelo/SP 4,1000 4,3300 1,16%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
114728
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
114728
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
114728
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

lançamento Notícia da edição impressa de 06/07/2012

Chevrolet Spin é dois em um

FABIO GONZALEZ/DIVULGAÇÃO/JC
Design promete dividir opiniões, principalmente o traseiro, que é no mínimo estranho
Design promete dividir opiniões, principalmente o traseiro, que é no mínimo estranho

Um carro versátil, para diferentes necessidades. Assim é o Chevrolet Spin, veículo “multipropósito” que substituirá Meriva e Zafira e quer conquistar consumidores com ou sem família.

A definição da categoria do modelo vem do inglês, “multi-purpose-vehicle”, ou MPV. Para facilitar, trata-se de uma van multiuso, que será vendida no Brasil com motor 1.8 Econo.Flex, opções de transmissão manual ou automática – esta de seis velocidades – e em duas versões de acabamento: LT e LTZ.

Além do mercado nacional, a van será comercializada em outros países da América do Sul, assim como na Ásia. A produção inicialmente acontecerá na fábrica da General Motors em São Caetano do Sul (SP).

A exemplo do sedã Cobalt, o Spin foi totalmente desenhado e projetado pelo Centro de Desenvolvimento da GM do Brasil. E, como o “parente”, seu visual já suscitou críticas na impressa online e entre internautas.

As linhas do modelo são robustas. Na dianteira, ele ostenta a tradicional grade bipartida da Chevrolet em conjunto com grandes faróis com refletores aparentes.

A lateral com linha de cintura alta tem para-lamas bem delineados e janelas amplas. Já a traseira é proeminente, com lanternas proporcionalmente pequenas em relação à área de lataria.

O interior do novo Chevrolet Spin foi construído sobre um entre-eixos de 2.620 metros, sob o conceito de otimização do espaço. A cabine pode receber até sete ocupantes na versão LTZ e cinco na LT.

A disposição dos bancos, por exemplo, é um destaque. No Spin LTZ, as três fileiras de banco estão dispostas em altura crescente. Ou seja, a terceira fileira é mais alta do que a central, a qual, por sua vez é ligeiramente mais alta do que a primeira, favorecendo a visibilidade de todos os passageiros.

No total, a versão LTZ proporciona 23 diferentes combinações de posições dos bancos. E 32 porta-trecos estão espalhados pelo habitáculo.

A capacidade do porta-malas da nova van da Chevrolet é progressiva, conforme a quantidade de ocupantes. Com sete passageiros, ela é de 162 litros; com cinco, salta para 710 litros; e pode atingir até 1.668 litros com os bancos da fileira central rebatidos.

No que se refere ao acabamento do interior, o Spin exibe painel em dois tons. E são usados cromados nas maçanetas, no volante, nos botões do rádio e do ar-condicionado, na alavanca de câmbio, no freio de mão e nas saídas de ar.

O painel do veículo inclui computador de bordo, conta-giros analógico e velocímetro digital. Os mostradores apresentam grafia exclusiva e iluminação azulada, presente em outros carros da linha Chevrolet.

“Depois de lançarmos o Cobalt, Cruze, Cruze Sport6 e a picape S10, agora é a hora de nos voltarmos para um segmento que vem se tornando cada vez mais popular por aqui. Com um design diferenciado, muita versatilidade e uma excelente relação custo-benefício, o Spin certamente será mais um caso de sucesso da Chevrolet em 2012”, afirma Marcos Munhoz, vice-presidente da General Motors do Brasil.

Motor 1.8 recebe a tecnologia Econo.Flex

Para impulsionar a proposta de versatilidade do Chevrolet Spin, a General Motors do Brasil optou por desenvolver uma versão Econo.Flex do motor 1.8. A intenção foi obter bom desempenho com economia de combustível.

O propulsor utiliza diversos recursos para atingir esses objetivos. Tem coletor de admissão em plástico, com um novo ressonador, que garante menor ruído de aspiração e melhor distribuição do torque, além de conferir melhor dirigibilidade, acelerações mais uniformes e menor consumo.

O 1.8 Econo.Flex apresenta ainda uma evolução do sistema drive-by-wire, que torna mais rápidas as respostas ao acelerador e que trabalha integrado ao “System Zero”, uma tecnologia 100% desenvolvida pela GM, que gerencia o motor baseado em torque. Para completar, o coletor de escapamento é estampado em aço inox, mais eficiente em cumprir as novas leis de emissões.

Com essa engenharia, a motorização 1.8 Econo.Flex do Spin gera 108 cv de potência com etanol e 106 cv com gasolina, sempre a 6.200 rpm. O torque é de 167,6 Nm com etanol e de 160,7 Nm com gasolina, ambos a 3.200 giros. E 90% dessa força está disponível entre 2.500 e 4.700 rpm.

O conjunto propulsor da nova van da é complementado por duas opções de transmissão. Além da caixa manual de cinco marchas, o veículo poderá vir equipado com o mesmo câmbio automático de seis velocidades disponível para os modelos Chevrolet Cruze e Sonic.

A transmissão manual recebeu importantes melhorias para a aplicação no Spin. Os seletores de engate são novos, exigindo menor esforço e produzindo maior precisão nas trocas de marcha. Ela adota também sincronizadores triplos, que permitem trocas mais esportivas e sem “arranhar” as marchas.

A dirigibilidade do Spin foi outra preocupação dos engenheiros da Chevrolet. A despeito da sua altura mais elevada, a van consegue estabilidade e conforto semelhantes ao do sedã Cobalt.

Conteúdo de série é atrativo

Desde a versão de entrada, a LT, o Chevrolet Spin vem de série com ar-condicionado, direção hidráulica, freios ABS com distribuição de força, duplo air bag, vidros e travas elétricas, ajuste de altura do banco do motorista e do volante, entre outros. Os opcionais desse modelo são rodas de alumínio, rádio com CD/MP3 player e bluetooth, a transmissão automática de seis marchas e controle de velocidade (piloto automático).

A versão LTZ oferece todos os itens da LT mais a terceira fileira de bancos integrada, computador de bordo, sensor de estacionamento e controles do áudio no volante. Opcionalmente, ela pode vir também com o câmbio automático de seis marchas e com o controle de velocidade.

Outra qualidade da van, segundo a GM, é silêncio interno. O trabalho de isolamento acústico se concentrou na parte de vedação, tanto nas guarnições de portas e revestimentos internos, quanto na estrutura da carroceria na região da soleira da porta e coluna B, impedindo a passagem de ruídos para outras partes do carro.

O Spin será comercializado em oito diferentes cores: branco Summit, preto Global, bege Desert, azul Macaw, prata Polaris, cinza Mond, cinza Rusk e verde Lotus.

Preços Chevrolet Spin
Spin LT (cinco lugares) M/T: R$ 44.590,00
Spin LT (cinco lugares) A/T: R$ 49.690,00
Spin LTZ (sete lugares) M/T: R$ 50.990,00
Spin LTZ (sete lugares) A/T: R$ 54.690,00

* Preço sugerido, com base no estado de São Paulo. Fonte: Honda Automóveis
M/T – transmissão manual (cinco marchas)
A/T – transmissão automática (seis marchas)

COMENTÁRIOS
ulisses siqueira - 06/07/2012 - 10h23
ta mais para um carro de funerária...


paulo -
06/07/2012 - 16h32
mas bahh ta mais pra carro de funeral isto ai olha fraco


adriano -
07/07/2012 - 07h38
Que coisa hem.... Fazer propaganda da Chevrolet e dizer que a fonte de informações e a HONDA do Brasil.


Rodrigo Ponzo -
07/07/2012 - 12h16
O conceito é similar a outros veículos do segmento mas é mais completo com itens importantes de série como air bag duplo, ABS, EBD e computador de bordo.


Peter Jones -
07/07/2012 - 18h39
O ESPAÇO INTERNO SERIA IDEAL SE O BANCO TRASEIRO AJUSTASSE PARA TRAZ, POIS O ESPAÇO ENTRE OS BANCOS FICA APERTADO, E O PORTA MALAS GIGANTESCO. AO MEU VER, OS PASSAGEIROS DEVERIÃO SER MALAS, ASSIM FARIÃO A VIAGEM MAIS CONFORTAVEL.


Ivo Guimarães -
08/07/2012 - 08h08
O preço e os itens do carro atrai bastante. Eh testar pra confirmar a fama de bons carros da chevrolet.


Paulo -
10/07/2012 - 18h01
Que "BARBEIRAGEM" da GM, carro muito feio, meus pêsames GM.


Carlos -
14/07/2012 - 22h55
Porque não vão a uma concessionário e vê-lo de perto antes de criticá-lo. Carro lindo, impressionante, acabamento nota 10, carro nacional que vai dar inveja aos concorrentes. Parabéns Chevrolet, tem preço, qualidade e garantia de carro importado. Favor citarem algum que seja superior com as mesmas qualidades. Verifiquem de perto como eu fiz para tirarem conclusão.


reginaldo -
18/07/2012 - 23h56
NAO ENTENDI PORQUE NAO FIZERAM UMA REGULAGEM DESLIZANTE NA SEGUNDA FILEIRA DOS BANCOS PELO MENOS NO MODELO LT (5 LUGARES)


nei kerber -
27/07/2012 - 18h18
O espaço entre bancos é muito reduzido. Dificulta sobremaneira a acomodação.


fernando -
30/07/2012 - 16h37
O fato é que a GM "ferrou" quem tem MERIVA/ZAFIRA, que é meu caso, desvalorizou sobremaneira, enquanto que a tal SPIN´(+ simples) , todavia + caro que a MERIVA.( carro excelente), que pena saiu de linha, não gostei!


alex -
02/08/2012 - 19h59
Meu vi de perto q frente horrível parece um monstro realizem a zafirã e tragam ela de volta o carro e um lucho sem contar o acabamento trocar minha por esse sim nunca volta zafira


marcos -
03/08/2012 - 19h14
quem fizer um teste driver e tiver R$,compra. eu comprei.


Victor -
11/08/2012 - 12h19
Cara, pra que tirar Zafira e Meriva de linha? São dois carros muito confortaveis, eu tambem concordo que a spin também seja, Meriva e Zafira estavam vendendo muito bem, sem contar o desempenho e o conforto, e eu tambem gostei que a spin é motor 1.8 de série, melhor que o novo 1.4 da meriva, sempre gostei do 1.8 que ela tinha.


Carlos -
10/12/2012 - 18h51
Correta a afirmação do Peter. A distribuição do espaço interno é péssima. Quem vê o veículo por fora imagina que é confortável.Ledo engano, pois quem senta na segunda fileira e possui 1,75 m enconsta o joelho nos bancos da frente. Na terceira fileira, só sendo criança, e pequena.


efraim -
18/02/2013 - 15h33
Frente alta e feia,acesso aos bancos traseiros péssimo,zafira tem a 2º fileira com trilho,esse carro tem tudo a ver com o nome mesmo,é um SPIN

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Modelo adota recursos inéditos na linha Sandero
Sandero ganha versão esportiva
Direção e suspensão foram recalibradas para melhorar o comportamento dinâmico do carro
Focus Hatch ganha impulso extra
O enorme porta-malas de 563 litros é um dos principais atrativos deste sedã
Traje de gala
 Capô proeminente, conjuntos óticos grandes e linha de cintura são características do S-Cross
S-Cross é mais uma opção para os fãs de SUVs