Porto Alegre, domingo, 28 de fevereiro de 2021.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
19°C
15°C
7°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
387882
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
387882
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
387882
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR
Conexão Política Adão Oliveira
[email protected]

Conexão Política

Coluna publicada em 29/06/2012

As campanhas nas ruas

A deputada Manuela d’Ávila - tadinha - está resfriada. Ontem, ela visitou o Tribunal Regional Eleitoral para registrar a sua candidatura à prefeitura de Porto Alegre e entregar a lista de candidatos a vereador da coligação que lidera. Lá, ele avisou “que está entregue ao departamento médico”. E se retirou. Retirou-se para casa, onde fará um breve descanso para depois retomar a campanha. A deputada encaminhou à mesa da Câmara um ofício pedindo licença do cargo, até o fim das eleições municipais, sem direito de seus vencimentos. Assume em seu lugar o suplente Vicente Selistre. Enquanto isso, o candidato José Fortunati, que com Manuela d’Ávila disputa o favoritismo da eleição municipal, aproveitou o lançamento do Centro Integrado de Comando da Capital para dizer que, se chegar lá, a segurança urbana será prioridade na próxima gestão. O Fortunati prefeito anunciou um conjunto de projetos, com ações de inteligência, propostas de prevenção e educação e uma integração cada vez maior com os órgãos de segurança fazendo parte dos planos, que incluem também o aumento do efetivo policial em Porto Alegre. O Fortunati candidato agradece penhoradamente o esforço que o prefeito faz para melhorar as condições de vida do porto-alegrense. Já o deputado estadual, Adão Villaverde, do PT, que foi, na quinta-feira, às 17h, ao Tribunal Regional Eleitoral registrar a sua candidatura, continua desenvolvendo seus esforços nos chamados “Diálogos com a Cidade”. Villaverde tem falado muito e ouvido muito mais. Nesta sexta-feira, às 8h30min, na sede do PT municipal, na avenida João Pessoa, Villaverde receberá o apoio formal da Federação dos Ministros Evangélicos – Fegame. É importante esse apoio. Os evangélicos têm muitos votos e são mobilizados. Ao meio- dia, ainda na sede do PT municipal, o candidato do PT prosseguirá com o “Diálogos” agora temáticos - Villaverde estará abordando o tema: Acessibilidade e inclusão social. Enquanto isso, no PSDB, os parceiros do candidato Wambert Di Lorenzo, preocupados com a sua inexperiência, se mobilizam para organizar um media training. O processo visa treiná-lo a dar entrevistas e a enfrentar reuniões políticas. O media training ajuda a evitar enganos, distorções e omissões, aumentando a capacidade para a conquista de credibilidade, imagem e reputação necessária para toda e qualquer organização ou pessoa pública. O professor, como a maioria dos políticos, vai precisar de media training. Esta é a movimentação dos candidatos mais bem colocados nas pesquisas de opinião pública.

Irritação

A presidente Dilma Rousseff está “uma arara” com o seu companheiro de partido, Marco Maia, presidente da Câmara dos Deputados. Tudo porque ele decidiu levar à pauta das votações da Câmara projetos que oneram o Tesouro da República.  Logo nos primeiros dias depois de sua posse, La Rousseff tem sido provocada por Marco Maia.  O deputado não engoliu o fato de um de seus apaniguados  não ter sido nomeado para a diretoria do Banco do Brasil. De lá pra cá, é bronca em cima de bronca.

Liberdade

O ex-ministro Marcio Thomaz Bastos, advogado do “rei do rolo”, Carlinhos Cachoeira, já conseguiu para o seu cliente a visita íntima de sua mulher, no presídio da Papuda, em Brasília. Agora ele protocolou no STF um novo pedido de liberdade para seu cliente. Seu argumento básico: “Segregado desde 29 de fevereiro, o paciente está há quase 120 dias privado do convívio com seus três filhos pequenos – um de 12, outro de 9, e a mais nova de apenas 6 anos de idade”.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
COLUNAS ANTERIORES
O nível vai baixar!
Depois da vitória esmagadora na pré-convenção do PMDB, no sábado, José Ivo Sartori tirou o domingo para descansar e refletir
‘Basta! Chega de violência’.
A crescente onda de violência, que iniciou em junho do ano passado, atingiu o nível de insuportável
As ideias do PMDB
O tal expediente consiste numa troca de interesses entre o Planalto e a base de sustentação da presidente da República no Legislativo
Tarso quer Zambiasi