Porto Alegre, quinta-feira, 23 de setembro de 2021.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
19°C
15°C
7°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
150959
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
150959
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
150959
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

ELEIÇÕES Notícia da edição impressa de 29/06/2012

Manuela vai tirar licença da Câmara para a campanha

Denise De Rocchi

DANI BARCELLOS/DIVULGAÇÃO/JC
Comunista encaminhou documentos
Comunista encaminhou documentos

A candidatura de Manuela d’Ávila (PCdoB) e do vice Nelcir Tessaro (PSD) à prefeitura de Porto Alegre foi a primeira a ser registrada junto ao Tribunal Regional Eleitoral, na tarde desta quinta-feira. Também foram protocoladas as candidaturas de 72 candidatos da coligação PCdoB, PSD e PSC para a eleição proporcional. PSB e PHS, que integram apenas a coligação majoritária, devem fazer o registro de seus candidatos a vereador nos próximos dias.

Manuela d’Ávila anunciou que pedirá licença não remunerada da Câmara Federal para se dedicar exclusivamente à disputa em Porto Alegre. A vaga de deputado federal será ocupada pelo suplente Vicente Selistre (PSB). Ainda recuperando-se de uma gripe, a candidata deve aproveitar a próxima semana para preparar-se para o primeiro debate eleitoral, marcado para o dia 6 de julho. Manuela mais uma vez citou que a plataforma será focada na melhoria dos serviços: “A modernização da gestão passa pela indicação técnica, pela informatização e pelo fim do apadrinhamento”, afirmou.

O candidato a vice-prefeito enfatizou que a estratégia é citar os problemas da cidade, porém, sem ataques diretos ao prefeito José Fortunati (PDT). Para enfrentar uma coligação maior, que une diversos partidos tradicionais, o contato direto com o eleitor será reforçado. “Fazer um bom corpo a corpo, visitar todas as comunidades, vale muito mais do que o programa de TV, mas nós ainda acreditamos que vamos equilibrar o tempo no horário eleitoral”, disse Tessaro. Ele ainda aguardava o resultado do julgamento no Supremo Tribunal Federal, que considerou os parlamentares que migraram para o PSD no cálculo que define a divisão do tempo no horário eleitoral. Com a decisão, a coligação Juntos por Porto Alegre garantiu dois minutos e 12 segundos a mais.

COMENTÁRIOS
Flavio BR - 29/06/2012 - 08h00
Finalmente poderemos saber quais as propostas que ela terá para implementar o COMUNISMO em POA (caso vença a eleição)!

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Lewandowski rebate Cunha e reafirma que normas sobre doação valerão em 2016
Segundo o presidente do STF, a decisão do Supremo será aplicada em 2016 sem que sejam possíveis questionamentos jurídicos sobre a questão
TSE perdoa multa de José Serra
A então relatora, ministra Nancy Andrghi, multou José Serra e Roberto Jefferson em R$ 5 mil cada, além de multar o PTB em R$ 7,5 mil
Partidos intensificam as articulações para 2016
Ao menos 10 legendas cogitam lançar candidato próprio em Porto Alegre
OAB pede que Supremo proíba financiamento empresarial de campanha já em 2016
OAB protocolou ação cautelar no STF para proibir o financiamento empresarial de campanha já nas eleições municipais de 2016