Porto Alegre, sábado, 25 de maio de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
16°C
21°C
13°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,0150 4,0170 0,76%
Turismo/SP 3,9900 4,1900 0,47%
Paralelo/SP 4,0000 4,2000 0,47%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
213215
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
213215
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
213215
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Rio+20 19/06/2012 - 13h40min

Documento oficial da Rio+20 é aprovado por equipes de negociação

As equipes de negociação finalmente aprovaram o documento oficial da Rio+20, que será enviado aos chefes de governo de Estado nesta quarta-feira. O conteúdo do texto se manteve como o finalizado na madrugada desta terça-feira (19) pela delegação brasileira e foi entregue às demais delegações.

De acordo com Nikhil Chandavarkar, chefe de comunicação do secretariado da ONU para a Rio+20, houve descontentamento de todos os lados. "Habemus papa", declarou. Segundo ele, isso significa que provavelmente não se mexerá mais no conteúdo. É assim que ele será encaminhado para os chefes de Estado na cúpula de alto nível, onde então será oficialmente aprovado. 

Os líderes têm a prerrogativa de fazer alguma alteração se quiserem, mas o porta-voz estimou que isso talvez não aconteça. Os delegados dos países estão neste momento ainda em plenária, expressando as suas opiniões, insatisfações, quais pontos não gostaram, "mas ninguém quebrou o consenso".

"Ao aceitar o documento, o país tem o direito de dizer em que ponto ficou decepcionado. Alguns, como os africanos e os europeus, disseram que queriam ver o apoio de um organismo mundial do meio ambiente, que o texto não tem. Mas os Estados Unidos apoiam o texto exatamente como está. Todo mundo aceita, mas num consenso sempre há infelicidade. Todo mundo está um pouco infeliz, mas aceita o linguajar como está."


COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR