Porto Alegre, quinta-feira, 12 de dezembro de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
24°C
26°C
19°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,1200 4,1220 0,65%
Turismo/SP 4,0800 4,3280 0,45%
Paralelo/SP 4,0900 4,3200 0,46%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
679400
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
679400
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
679400
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Artigo Notícia da edição impressa de 05/06/2012

Pilatos e a Comissão da Verdade

João Roberto A. Neves

A Comissão da Verdade, instalada pela presidente Dilma Rousseff, que tem como objetivo fundamental investigar as violações dos direitos humanos durante o lapso temporal compreendido entre 1946 e 1988, tenta fazer crer que materializará a própria verdade de fatos pretéritos, ou seja, verdade que é contingente e cujo oposto é impossível, porém, em realidade, lembra a frase de Pôncio Pilatos - “Que é a verdade?” -, no Pretório, cujo intuito, na versão do padre americano Raymond Brown na obra The Death of the Messiah (A Morte do Messias), era descredenciar Jesus Cristo.

A Expulsão da Besta Triunfante, escrito em 1584 por Giordano Bruno, perseguido pela Santa Inquisição, à época a dona da verdade, é um libelo contra ações indignas do humano, para dar lugar a um mundo governando pela verdade. Nessa obra é atacada a decadência dos valores morais de seu tempo, que se assemelhava aos praticados em conventos de freiras, se comparados aos do Brasil. Shakespeare, em Rei Lear, descreve um bufão que diz a verdade o tempo todo para o velho rei, que distribui seu reino e suas posses entre suas filhas, sacrificando Cordélia, a mais fiel de todas. O próprio truão pede ao rei que lhe arranje um mestre que possa ensiná-lo a diferenciar a doce mentira da amarga verdade. Na peça supra, o rei não deu ouvidos ao bufo, agindo igual aos que chegam ao poder graças àqueles que pronunciam mentiras em meio a impropriedades gramaticais.

Tentar reescrever a história é um objetivo que lembra o esforço de Sísifo, razão pela qual prevalecem as versões oficiais, sempre eivadas de palavras altissonantes (honra, glória, herói). No Brasil, onde historicamente a mentira fincou raízes profundas e ganhou ares de verdade, a bem desta cabe lembrar o Reino da Mentira, descrito por Ruy Barbosa, em 1919: “Mentira por tudo, em tudo e por tudo. Mentira na terra, no ar, até no céu. Nos inquéritos, Nas promessas. Nos projetos. Nas reformas, Nos progressos. Nas convicções. Nas transmutações. Nas soluções. Nos homens, nos atos, nas coisas. No rosto, na voz, na postura, no gesto, na palavra, na escrita. Nas responsabilidades. Nos desmentidos.” Barbosa sabia que as verdades são autoevidentes, pelo menos para esclarecidos. Procedente, pois, a assertiva de Orlando Patterson, sociólogo de Harvard, que afirma que “a história não se repete; apenas se prolonga”.

Advogado

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Acorda, Brasil
A maré da indignação nacional, por força de suas vertentes naturais, rompeu os diques da tolerância popular e se espraiou com a violência de um tufão
O Dia Mundial do Turismo no Rio Grande
Domingo, dia 27 de setembro, será comemorado o "Dia Mundial do Turismo no Rio Grande do Sul"
Dilma: pague a compensação da Lei Kandir
Aprovada em 1996, a lei federal isenta o ICMS de produtos e serviços para exportação
Fusões & Aquisições, oportunidade e risco
Quatro vezes um é igual a um! Essa é ainda a matemática feita pelo investidor estrangeiro em relação ao Brasil