Porto Alegre, quinta-feira, 28 de outubro de 2021.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
19°C
15°C
7°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
172189
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
172189
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
172189
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR
Observador Affonso Ritter
[email protected]

Observador

Coluna publicada em 24/05/2012

Novo polo naval

O Rio Grande do Sul terá um segundo polo naval, além do que está sendo construído em Rio Grande, hoje em parte já saturado. Ele se localizará junto ao rio Jacuí em Charqueadas, onde já há três canteiros implantados, segundo o presidente da agência de desenvolvimento e promoção, AGDI, Marcus Coester. O polo naval precisa se localizar perto de água, dado o tamanho e peso de seus produtos. O Rio Grande do Sul tem uma vantagem sobre os demais estados que produzem navios e plataformas. É o único que está totalmente verticalizado, produzindo desde o parafuso ao estaleiro, segundo Coester.

Um desconhecido

A constatação, sempre repetida pelo “caixeiro viajante” Marcus Coester da AGDI em suas viagens de “venda do Rio Grande do Sul”, é que ele é um ilustre desconhecido. O Brasil continua sendo principalmente Rio de Janeiro e São Paulo. Como eram as cidades da China, da qual se conhecia até há pouco somente Hong Kong. 

Críticas ao Daer

Secretário Beto Albuquerque fez duras críticas ao Daer, que possui uma folha salarial de R$ 12 milhões ao mês e é subordinado a ele, em palestra na CIC de Caxias do Sul: “O Daer existe para agir e não para ficar esperando o secretário mandar. O órgão precisa estar ciente de sua responsabilidade.”

Latina apoia filme

A Latina Distribuidora de Petróleo está apoiando o filme O Tempo e o Vento de Jayme Monjardim. A escolha se deve ao fato de ele “retratar com maestria a trajetória do povo gaúcho, da qual a Latina muito se orgulha, herdeira de uma história de mais de meio século de atuação no ramo dos combustíveis no Estado”. A empresa é a 9ª colocada no ranking nacional das distribuidoras.

Novos shoppings

Acaba de sair do papel o primeiro negócio da Nacional Propriedades Comerciais, joint venture da Galbinski Advogados e Nacional Engenharia para negócios imobiliários, o Praça Alvorada Shopping Center, que deve inaugurar no segundo semestre de 2014, em Alvorada. A empresa está em negociação para mais três novos shopping centers: dois no Estado e outro em Santa Catarina.

Novidade nos exames da Unimed 

A partir desta semana, o Laboratório Unimed vai reproduzir no laudo dos exames uma comparação com os anteriores realizados na estrutura própria da Unimed Porto Alegre. É para facilitar o acompanhamento do médico assistente. Inicialmente, foram escolhidos 25 exames para estas comparações, entre eles, Glicose, Colesterol, Triglicerídeos, Ureia, Creatinina, Ácido úrico, T3, T4 e PSA, que virão com os resultados das últimas seis análises. Esta mudança acontece logo após a certificação Palc, conquistada pelo parceiro da Unimed Porto Alegre no processamento dos exames coletados no laboratório próprio da cooperativa. A certificação auditou o registro e coleta de materiais biológicos, o transporte, a triagem de materiais, o processamento e a liberação dos resultados.

COMENTÁRIOS
Paulo - 24/05/2012 - 09h28
DAER: Concordo em parte. Para agir o DAER precisa de recursos que o estado alega não ter, apesar da fábula da tributação elevada. Aliás, o Secretário também precisa agir no sentido de aumentar os investimentos no estado. Ao Secretário cabe obter verbas, ao DAER aplica-las. Isso é conversa mole de político, enquanto houver platéia que não cobra. Não adianta se esforçar e gritar, tem que buscar recursos nos tributos pagos pela população.

imprimir IMPRIMIR
COLUNAS ANTERIORES
O memorial do IAB gaúcho
O Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB RS) pretende resgatar a memória da arquitetura e urbanismo gaúchos
Melhorias na ferrovia gaúcha
A ALL- América Latina Logística pretende investir, este ano, R$ 10 milhões em via permanente no Estado
Justiça quase sem papel
A Justiça Federal da 4ª Região, com sede em Porto Alegre, continuou, neste ano, o protagonismo na informatização de suas atividades
Muito mais com menos