Porto Alegre, terça-feira, 10 de dezembro de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
24°C
35°C
23°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,1470 4,1490 0,41%
Turismo/SP 4,1000 4,3480 0,18%
Paralelo/SP 4,1100 4,3400 0,23%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
416544
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
416544
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
416544
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

AFEGANISTÃO Notícia da edição impressa de 16/04/2012

Taliban ataca sede da Otan e embaixadas

MASSOUD HOSSAINI/AFP/JC
Governo envia para a rua soldados das forças especiais vinculados ao Ministério do Interior
Governo envia para a rua soldados das forças especiais vinculados ao Ministério do Interior

Militantes do Taliban carregando armas automáticas e granadas conseguiram entrar em uma prisão localizada no Noroeste do Paquistão e libertaram 380 prisioneiros, incluindo pelo menos 20 considerados “muito perigosos”. A ação, que contou com mais de 100 rebeldes, foi uma demonstração dramática da força dos insurgentes. Os fugitivos podem agora voltar a lutar com os rebeldes. Milhares de paquistaneses já foram mortos pelo Taliban desde 2007. O grupo assumiu a autoria das ações.

Os atacantes entraram na prisão antes de o dia amanhecer, na cidade de Bannu, próxima da fronteira. Eles usaram explosivos e granadas de mão para derrubar os principais portões e dois muros. Depois de entrarem na prisão, os rebeldes se dirigiram para a ala onde os prisioneiros condenados à morte estavam.

Existe a suspeita de que os militantes tiveram ajuda interna de funcionários da prisão. Eles coordenaram suas ações por meio de aparelhos de rádio e, desta forma, conseguiram libertar seus companheiros em diferentes partes da penitenciária. Os rebeldes carregavam martelos para quebrar os cadeados e as portas. Ao libertar Adnan Rashid, condenado à pena de morte, eles gritaram “Deus é grande” e “vida longa ao Taliban” e colocaram um turbante sobre sua cabeça. O governo reagiu e enviou para rua soldados das forças especiais vinculados ao Ministério do Interior.

Ao mesmo tempo, militantes do Taliban também realizaram uma série de ataques coordenados em Cabul, com foco em pelo menos três regiões da capital onde se encontram os prédios do governo, as embaixadas de países ocidentais e as bases da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). O aeroporto de Cabul também sofreu ações. Não existem informações de mortes durante o ataque, embora autoridades tenham informado que pelo menos cinco pessoas ficaram feridas. Segundo a Otan, ao menos sete locais estiveram sobre ataques na capital.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Talibãs afegãos confirmam morte do líder Omar
Os talibãs confirmaram hoje (30), em comunicado, a morte do seu líder mulá Omar, um dia após ter sido anunciada pelo Governo afegão
Parlamento afegão após ataque do Taleban nesta segunda-feira (22)
Taleban ataca Parlamento afegão e deixa dois civis mortos e 31 feridos
Guerra do Afeganistão deixou quase 100 mil pessoas mortas, diz estudo
Estudo também estima que 26,2 mil afegãos foram mortos e outros 29,9 mil foram feridos por consequências diretas da guerra
Número de vítimas civis no Afeganistão aumentou 8% no primeiro trimestre, diz ONU
Os Estados Unidos continuam contra a missão antiterrorista com a presença de 9,8 mil soldados, que serão mantidos até final do ano