Porto Alegre, sexta-feira, 18 de outubro de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
24°C
23°C
16°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,1180 4,1200 1,24%
Turismo/SP 4,0600 4,3200 1,09%
Paralelo/SP 4,0700 4,3100 1,14%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
365764
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
365764
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
365764
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Artigo Notícia da edição impressa de 10/04/2012

Crucifixo, uma batalha perdida?

Edson Olliver

Li o artigo com o enfoque do senhor Claudiomiro M. Ferreira, publicado sob o título Crucifixo, na página 4, Opinião, coluna Palavra do Leitor, dia 9/3/2012. Interessante a linha de visão. Existiu um profeta que expressou o seguinte: ‘Não se assustem, não fiquem com medo dos enormes exércitos, pois a batalha não é contra vocês, mas contra mim’. Não é blefe, está em Cr 2, capítulo 20. Os templários já a analisavam ela anos atrás. A mensagem não era contextual mas teleológica, para todas as gerações vindouras a partir de uma situação pontual. O mundo está polarizando-se aos poucos, nos que acreditam em Deus e nos que não acreditam em Deus, esse é o fato e envolve pensamento, mente e coração. O crucifixo tem a linha vertical, a matéria, e a horizontal, o espírito, razão e emoção. As premissas de Jesus estão acima, dizem, de ideologia, simbologia e filosofia. É luz e escuridão. É simbologia assim como a balança da Justiça, a estrela de Davi, o globo de nossa bandeira etc. O crucifixo representa a conjunção de opostos, negativo e o positivo, homem e mulher, tempo e espaço, passivo e ativo, espírito e matéria, superior e inferior, vida e morte, tempo e espaço etc. Comentam nos bastidores, que interessante seria se o TJ/RS tivesse pedido primeiro um parecer teológico e um plebiscito para decidir. Agora paciência, pode ser uma batalha perdida. Mas como em tudo colhemos o que plantamos vamos ver o que a sociedade vai colher com esta histórica e inédita decisão e o destino dos que a postularam e a firmaram. O tempo será o nosso maior e melhor juiz, dizem. Talvez o senhor Claudiomiro tenha razão, o Estado é laico e ponto final. Ou não. E a espiritualidade, onde fica? Questiomam-se as pessoas. Quem sabe só nos corações e mentes? Só o tempo vai nos responder. A batalha por hora está perdida.

PG e MBA em Gestão

COMENTÁRIOS
Gustavo Sillero - 10/04/2012 - 11h03
Plebiscito? Parecer teológico? Não existem apenas religiões cristãs e religiões que utilizem crucifixos como símbolo. Portanto, ou colocam-se todos os símbolos, ou coloca-se nenhum. Não adianta se utilizar de palavras bonitas, citar referências bibliográficas de livros sobre teologia, quando se ignora o resto da população e seus credos. Escolher um único símbolo para o todo que represente a maioria das escolhas religiosas individuais é uma deturpação da democracia. A retirada de um único símbolo religioso não implica em perda de espiritualidade, seria egoísmo e ignorância dizer que sim. Nenhuma batalha foi perdida, e sim um erro que foi corrigido.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Acorda, Brasil
A maré da indignação nacional, por força de suas vertentes naturais, rompeu os diques da tolerância popular e se espraiou com a violência de um tufão
O Dia Mundial do Turismo no Rio Grande
Domingo, dia 27 de setembro, será comemorado o "Dia Mundial do Turismo no Rio Grande do Sul"
Dilma: pague a compensação da Lei Kandir
Aprovada em 1996, a lei federal isenta o ICMS de produtos e serviços para exportação
Fusões & Aquisições, oportunidade e risco
Quatro vezes um é igual a um! Essa é ainda a matemática feita pelo investidor estrangeiro em relação ao Brasil