Porto Alegre, quinta-feira, 28 de outubro de 2021.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
19°C
15°C
7°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
193070
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
193070
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
193070
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Coletivos Verdes Notícia da edição impressa de 13/03/2012

Projeto prevê revitalizar praças de Porto Alegre

ANA PAULA APRATO/JC
“Já contamos com 22 escolas, que assinaram o termo de adesão ao projeto
“Já contamos com 22 escolas, que assinaram o termo de adesão ao projeto", diz Záchia

Porto Alegre conta com 608 praças. Destas, 167 foram recuperadas ou equipadas no ano passado. O dado mais alarmante é que 115 dos espaços receberam manutenção por causa do vandalismo. Preocupada com este crescente número, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) desenvolveu o projeto Coletivos Verdes. A ideia é reduzir os casos de destruição do patrimônio público, envolvendo a comunidade nos cuidados das praças. O projeto foi lançado ontem no Parque Marinha do Brasil.

Desde o início do ano, a secretaria vem mapeando praças que possuam características para se tornar um Coletivo Verde. O objetivo é introduzir conceitos de educação ambiental e de cidadania no dia a dia de crianças e jovens, priorizando a identificação de espaços que apresentem escolas próximas no entorno.

A iniciativa visa à recuperação e ao bom uso das praças a partir da sensibilização das escolas e associações de bairro próximas aos espaços públicos. A ideia é trabalhar junto com cada instituição de ensino a importância da ocupação sustentável das áreas verdes, da promoção de ações direcionadas à educação ambiental e da manutenção compartilhada dos espaços por meio da ajuda de parceiros locais.

O titular da Smam, Luiz Fernando Záchia, acredita que o projeto irá ganhando corpo a partir da mobilização da comunidade escolar, utilizando os espaços para atividades curriculares ou extraclasse. “Já contamos com 22 escolas, que assinaram o termo de adesão ao projeto. Outras nove instituições já foram convidadas e estamos aguardando o retorno. Acredito que de 60 a 70 praças seja um bom número, pois teremos a contrapartida da Smam, que deve manter a fiscalização e os projetos de educação ambiental”, explica o secretário.

Segundo o padre Guido Kuhn, diretor do Colégio Anchieta, o projeto merece todo o apoio das escolas e das entidades da sociedade civil. Para ele, as praças retratam a educação de um povo. “Tem que haver um cuidado maior por parte de todos, a fim de zelar por esses patrimônios públicos. O bom usuário tem que utilizar mais esses espaços, inibindo a ação daqueles que a destroem”, acredita o pároco. A ideia é de que o colégio sirva de suporte, de alguma forma, para o Coletivo Verde.

Para a coordenadora de Educação Ambiental da secretaria, Jaqueline Maciel, o foco da ação é tornar as praças uma extensão das escolas, fazendo com que os estudantes interajam com esses ambientes. “As crianças podem usar os espaços para identificação de espécies de plantas, realizar atividades físicas ou simplesmente ter um espaço próximo da sala de aula”, observa. Instituições de ensino interessadas em participar do projeto podem entrar em contato com a secretaria pelo telefone (51) 3289.7580 ou pelo e-mail: [email protected]

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR