Porto Alegre, quinta-feira, 28 de outubro de 2021.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
19°C
15°C
7°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
177665
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
177665
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
177665
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

COPA 2014 Notícia da edição impressa de 02/03/2012

Parte das obras da Arena pode ser incluída em cronograma da rodovia BR-448

Rafael Vigna

CLAUDIO FACHEL/ARQUIVO/JC
Casa delineou o cronograma de construção da Rodovia do Parque
Casa delineou o cronograma de construção da Rodovia do Parque

O superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), Vladimir Casa, detalhou para um público formado por industriais, empresários e comerciantes, com negócios nos bairros Humaitá e Anchieta, o andamento de uma série de obras que começam a alterar a região. No evento, promovido pela Associação dos Amigos do Bairro Anchieta, em Porto Alegre, o engenheiro delineou o cronograma de construção da Rodovia do Parque (BR-448) e o andamento das negociações da segunda ponte sobre o rio Guaíba. 

Mesmo ressaltando que as reestruturações necessárias para a nova Arena do Grêmio não estão dentro do escopo do Ministério dos Transportes, e sim da prefeitura de Porto Alegre e do Ministério das Cidades, Casa apresentou a lista entregue em janeiro pelo município à União. Segundo Casa, o planejamento para viabilizar o acesso ao estádio envolve 12 obras e 21 intervenções viárias, sem contabilizar outras possíveis exigências da Fifa. Sem as melhorias, bairros adjacentes não comportariam o público do estádio e, tampouco, a utilização da BR-448. Os investimentos necessários à Arena são de R$ 80 milhões, entre os quais R$ 8,4 milhões já empenhados, com uma contrapartida de R$ 1 milhão do município. Nesta semana, um encontro reuniu a bancada gaúcha e representantes da prefeitura da Capital na tentativa de obter a liberação de R$ 30,5 milhões previstos no orçamento da União. Além disso, um estudo de viabilidade pode definir que algumas reestruturações sejam incluídas ao projeto da BR-448.

O engenheiro afirmou que a construção do estádio não estava prevista quando foi feito o traçado da nova rodovia, por isso, as readequações não estão a encargo do órgão. “A prioridade é o trecho de acesso da Voluntários da Pátria, parte do entorno da Arena e a reestruturação da Via Leopoldo Bretano, em função do acesso à Rodovia do Parque. Sem estas reestruturações, o estádio corre o risco de ficar ilhado.”

COMENTÁRIOS
Aldo Renato Soares - 02/03/2012 - 08h47
A verdade é que não existe nada de concreto em relação à segunda ponte do Guaíba, a não ser as promessas de sempre.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Institutos europeus dizem que Brasil ‘perdeu’ com Copa
Para membros da Fifa, o impacto real da Copa no Brasil apenas será conhecido em um prazo de cinco anos
Copa elevou percepção de demanda fraca em serviços
Para a Fundação Getulio Vargas (FGV), que apura o índice, este padrão "confirma o efeito negativo da paralisação parcial das atividades durante a Copa"
Visa divulga gastos com cartões em estádios e Fan Fest
No total, foram feitas 582,3 mil transações financeiras de 12 de junho a 13 de julho nas 12 cidades-sede do mundial
Segundo ANTT, 19 mil turistas chegaram ao País de ônibus na Copa
Os fretamentos internos somaram 6.869 viagens com destino às cidades-sede, o que representa 32% do total de deslocamentos interestaduais realizados no período do Mundial