Porto Alegre, quinta-feira, 23 de setembro de 2021.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
19°C
15°C
7°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
182045
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
182045
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
182045
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Trânsito Notícia da edição impressa de 03/01/2012

Primeiro trecho da ciclovia será entregue no fim de janeiro

FREDY VIEIRA/JC
Ciclistas poderão usar 416 metros da via entre as avenidas Erico Verissimo e Azenha
Ciclistas poderão usar 416 metros da via entre as avenidas Erico Verissimo e Azenha

O primeiro trecho da ciclovia da avenida Ipiranga poderá ser utilizado no final deste mês pelos ciclistas de Porto Alegre. Nos próximos dias, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) fará a colocação do asfalto e a pintura da sinalização horizontal e vertical no espaço de 416 metros construído entre as avenidas Erico Verissimo e Azenha.

A engenheira Lisandra Fraga Limas, responsável pelo setor de Projetos Cicloviários da EPTC, ressalta que o trecho deveria ter sido inaugurado em dezembro do ano passado. No entanto, a obra sofreu atraso em função de dois problemas: a substituição dos tubos de concreto em frente das linhas de transmissão da CEEE e a definição do modelo de guarda-corpo (proteção) a ser colocado na ciclovia para impedir a queda do ciclista no arroio Dilúvio.

"Realizamos diversas reuniões com técnicos da CEEE, da Sulgás e da prefeitura e conseguimos chegar a um consenso sobre o material utilizado na ciclovia", destaca. De acordo com Lisandra, será utilizada uma proteção de madeira que ficará localizada ao lado do Dilúvio ao longo dos 9,4 quilômetros da estrutura. "No caso de desequilíbrio e queda do ciclista, o guarda-corpo evita que ele caia no Dilúvio ou na avenida Ipiranga", destaca.

Segundo Lisandra, a previsão é de que a conclusão da extensão total da ciclovia da Ipiranga, no trecho entre as avenidas Edvaldo Pereira Paiva até a Antônio de Carvalho, ocorra em junho deste ano.

O presidente da Associação dos Ciclistas da Zona Sul, Paulo Roberto de Souza Alves, destaca que a ciclovia da Ipiranga será importante porque vai propiciar que mais pessoas utilizem a bicicleta durante a semana. "Muita gente anda apenas nos finais de semana e em locais como parques e a Terceira Perimetral. Muitos ciclistas têm medo de andar nas ruas da Capital porque os motoristas não respeitam a bicicleta", comenta. Alves acredita que o espaço não será utilizado apenas para o lazer, mas pelos trabalhadores e estudantes. "Será uma oportunidade para quem gosta da bicicleta e uma opção para os congestionamentos cada vez mais frequentes na cidade", acrescenta.

A ciclovia está sendo construída às margens do arroio Dilúvio e terá duplo sentido de circulação. Além disso, mudará de lado em alguns pontos da avenida para um melhor aproveitamento do espaço. A pista de asfalto terá piso na cor vermelha, sinalização horizontal e vertical (placas e pinturas) e sinaleira para ciclistas. A obra está avaliada em R$ 2,5 milhões, recursos provenientes do Grupo Zaffari e do shopping Praia de Belas.

COMENTÁRIOS
Melissa - 03/01/2012 - 12h12
O atraso dessa obra não é de apenas um mês. O que deveria ter sido concluído até dezembro/2011 é da Edvaldo (início da Ipiranga) até a Azenha! Esse trecho é apenas uma quadra da Ipiranga, no meio da avenida. Ele sozinho não leva a lugar nenhum, está jogado no meio do nada.


Ia -
03/01/2012 - 13h28
Eu fui na bicicletada de inauguração das obras. O término das obras foi prometido p o fim do 1o semestre de 2012. Antes de criticar c contundência é preciso saber dos fatos. Se não vira só hábito:criticar por criticar.


thiago rempel -
03/01/2012 - 13h38
primeiro "la" temos o direito de reclamar com muita razão sim! tu foi na reuniao com a eptc? tu anda diariamente de bike pela cidade? estamos criticando um direito nosso! entao "la" vamos andar juntos com o mesmo objetivo, para uma porto alegre mais viva... essa ciclovia é um absurdo! lamentavel...


José Antonio Martinez -
03/01/2012 - 15h11
Fui na "bicicletada-do-Fortunati" tambem e a promessa foi concluir toda a ciclovia até junho imagina se no prazo de 4 meses foram construídos 400 metros. Sou ciclista e atesto a aobra é necessária digamos imprescindível e não está progredindo, da parte do Praia de Belas nada foi construído, por que?Os ciclistas estamos consados de enrolação da Prefeitura desviando o 20% das multas de tránsito que deveria ser investido em ciclovias desde 2009.


Felipe Koch -
03/01/2012 - 15h39
Esta obra já havia sido prometida para o fim de 2011 em reunião da prefeitura com cidadãos de POA. Esta muito atrasada assim como todo o Plano Diretor Cicloviário assinado em lei de 2009 por Fogaça. Plano que tem verba própria de 5 milhões anuais + 20% das multas da capital. Para onde está sendo desviado este dinheiro?


Aldo M. -
03/01/2012 - 17h45
Pelo que a Eng. Lisandra disse, deduz-se facilmente que o projeto executivo ainda não está concluído. Antes não precisava de guarda-corpo em toda a ciclovia; aí pensaram em por um metálico no lado do riacho; mudou para de concreto por causa das linhas de transmissão de energia; e agora será de madeira em ambos os lados e em toda a extensão. Espero que tenha altura suficiente para impedir que o Fortunati voe por cima dele quando for pedalar lá.


Melissa -
04/01/2012 - 13h05
"la", você que está mal informada. O que eles prometeram até o primeiro semestre desse ano foi a ciclovia inteira pronta, por toda a Ipiranga, e não esse trechinho pequeno.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Para Fortunati, regras só são obedecidas quando pesam no bolso
Acidentes são maior causa de internações de urgência
O ato foi conduzido pelo prefeito José Fortunati
Prefeitura apresenta documento sobre trânsito de Porto Alegre
Motos já são a principal causa de acidentes no trânsito, diz especialista
Os acidentes envolvendo motos já são a principal causa de ocorrências de trânsito no país, ultrapassando os atropelamentos de pedestres
Movimento próximo a Arena do Grêmio está normal, segundo a Concepa
Fluxo tranquilo na Free Way em direção ao litoral gaúcho