Porto Alegre, sábado, 27 de novembro de 2021.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
19°C
15°C
7°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
472410
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
472410
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
472410
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Estradas Notícia da edição impressa de 12/12/2011

Obras de ponte em Laguna devem começar até março

Ponte com extensão de 2,8 quilômetros receberá investimento de quase R$ 600 milhões

Juliano Tatsch

DNIT/DIVULGAÇÃO/JC
Travessia de 2,8 quilômetros terá um vão central com 400 metros
Travessia de 2,8 quilômetros terá um vão central com 400 metros

As obras da maior estrutura individual da etapa catarinense de duplicação da rodovia BR-101 devem começar no primeiro trimestre do ano que vem. Se tudo ocorrer dentro do previsto, a ponte de Laguna, sobre a lagoa de Cabeçuda, deverá estar concluída em três anos.

A estrutura de 2,8 quilômetros de extensão será construída pela Camargo Corrêa, que venceu a licitação. A obra completa está orçada em R$ 597.190.345, 20. “Para os trabalhos começarem, faltam, basicamente, os licenciamentos ambientais, que devem sair até o final do ano”, afirma o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) em Santa Catarina, João José dos Santos. Conforme ele, também há um questionamento do Tribunal de Contas da União (TCU), sobre os valores da construção. “O TCU solicitou 30 dias para que o Dnit e a Camargo Corrêa apresentem justificativas e, provavelmente, irá liberar”, diz Santos.

A ponte, com largura total de 25,3 metros, com duas pistas mais acostamento para cada sentido de tráfego, será do modelo estaiado, em seus 400 metros de vão central. Ou seja, ela será suspensa por 60 cabos de aço.

As fundações da estrutura contarão com estacas encravadas no fundo da lagoa em uma profundidade de até 65m (equivalente a um prédio de 21 andares). Para a construção da ponte, será preciso o apoio de balsas para a disponibilização de equipamentos, como um guindaste, para o estaqueamento. Serão utilizados 2,5 mil toneladas de aço e 65 mil toneladas de concreto na construção.

Conforme o superintendente, o modelo de ponte estaiada foi escolhido para que fosse possível a navegação por sob a estrutura. A nova ponte irá substituir a estrutura atual, que compreende metade da extensão da lagoa, sendo completada, na outra metade, por um aterro.

Dos licenciamentos ambientais, o prévio da obra, que permitiu a licitação, já existe. O licenciamento da instalação, que possibilitará o início da obra, é o que deve sair até o fim deste ano. “Ao mesmo tempo, na Fundação do Meio Ambiente de Laguna está para sair o licenciamento da parte do canal de dragagem. Saindo o licenciamento de instalação, no ano que vem, tendo os recursos, a obra começa”, afirma Santos.

Segundo o Dnit, etapas de duplicação já contratadas estão 85% concluídas

O trecho total da BR-101 a ser duplicado em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul possui 348 quilômetros de extensão, ligando os municípios de Palhoça (SC) a Osório (RS). Conforme o Dnit, a obra beneficiará uma população de cerca de 800 mil habitantes em 25 cidades nos dois estados. De acordo com o superintendente do órgão em Santa Catarina, João José dos Santos, o trabalho no estado vizinho já está adiantado, faltando apenas três obras começarem.

Jornal do Comércio - De modo geral, como está andando a duplicação da rodovia no estado?

João José dos Santos - Dos projetos contratados em 2006, já estamos chegando a 85% de conclusão. Nessa primeira etapa, só falta concluir uma parte no município de Capivari de Baixo, próximo a Laguna, e também outra na região de Araranguá. Ambas para terminar no ano que vem. O restante, estamos concluindo agora. Faltam três segmentos que não tinham projetos nem licenciamentos. Um deles é a ponte de Laguna.

JC - Qual é a previsão de término de duplicação de toda a extensão da BR-101 em Santa Catarina?

Santos - Além da ponte, temos dois outros pontos que ainda não iniciaram as obras. Um túnel no Morro do Formigão, onde já foi feita a licitação, mas, infelizmente, as empresas proponentes tiveram problemas documentais, e, por isso, o Dnit está lançando uma nova licitação. É um túnel pequeno, de um quilômetro, que daria para terminar no prazo de três anos. E ainda há o túnel do Morro dos Cavalos, em Palhoça, que é o mais complexo, devido ao grande trabalho no licenciamento ambiental. Começando as obras, nós podemos ter uma previsão mais segura. A duplicação que está em curso, a qual grande parte já terminou ou termina até o ano que vem, já dará uma fluidez muito boa para o trânsito. O problema maior será a ponte de Laguna. Estimamos que essas três novas obras, caso comecem até metade do ano que vem, poderão ser concluídas em 2014. É uma meta.

JC - Qual o custo total da obra da rodovia na etapa catarinense?

Santos - O custo da parte já contratada é de R$ 1,8 bilhão. As três novas têm estimativa de R$ 1 bilhão. A ponte em torno de R$ 600 milhões, o túnel do Morro dos Cavalos cerca de R$ 350 milhões e o do Formigão por volta de R$ 60 milhões. Todas as obras serão feitas com recursos do orçamento da União.

COMENTÁRIOS
TCHU - 12/12/2011 - 08h57
IMPRENSA, VAMOS DIVULGAR AS COISAS COM PROPRIEDADE E CONHECIMENTO. O VÃO ESTAIADO DA PONTE DE LAGUNA TERÁ SOMENTE 200 METROS DE COMPRIMENTO. NOTÍCIAS ERRADAS, DISTORCEM ANÁLISES E CRIAM FANTASMAS INEXISTENTES!


Adriel Batista Correia De Melo -
12/12/2011 - 18h43
Maceió,12/12/11 Será que o Governo Federal tem verbas para tanto ?.Sabe- mos que tempara emprestar o "FMI"e para a Copa. ADRIEL BATISTA CORREIA DE MELO


paulopinto -
16/12/2011 - 20h22
por este valores tão mudanto ha pontede lugar ? noano passado levei 10minuto para atravesar ,e não acheitão comprida assim

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Movimento na BR-290, a freeway, foi intenso no retorno do feriadão
Retorno de feriado movimenta rodovias no Rio Grande do Sul
Previsão é de que inauguração da estrutura ocorra no dia 30 de junho
Ponte de Laguna está 99% concluída, afirma Dnit
Número de mortes nas estradas federais caiu 25% no feriadão
O estado que registrou o maior número de mortes foi Minas Gerais, com 18 óbitos registrados
No pedágios de Gravataí, o movimento segue normal, sem filas
Movimento ainda é tranquilo nas estradas rumo às praias gaúchas