Porto Alegre, quarta-feira, 18 de setembro de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
14°C
25°C
12°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,0770 4,0790 0,26%
Turismo/SP 4,0400 4,2800 0%
Paralelo/SP 4,0500 4,2900 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
857240
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
857240
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
857240
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR
Começo de Conversa Fernando Albrecht
fernando.albrecht@jornaldocomercio.com.br

Começo de Conversa

Coluna publicada em 24/10/2011

Eu, Robô I

FACULDADE DE MEDICINA ANHEMBI MORUMBI/DIVULGAÇÃO/JC

O uso de cadáveres para a prática da medicina está com os dias contatos, dando lugar aos robôs que simulam o corpo humano e suas reações. O primeiro robô wireless do Brasil de última geração está sendo usado pelos cursos de Ciências da Saúde da Universidade Anhembi/Morumbi, e custou R$ 280 mil. Corresponde a um homem de 65 anos e 1m70cm.

Eu, Robô II

Simula reações humanas como o choro, convulsões, transpiração e até dilatação das pupilas. Mesmo uma agulha colocada de forma errada acende o alerta do computador. Os estudantes observam todas as reações simulando um ser humano em situação crítica. A “cirurgia” é gravada para posterior discussão do grupo e dos professores mesmo e em situações de imprevisibilidade.

Meu assalto, meu seguro

Uma autoridade disse há dias que o fato de ter diminuído a população carcerária nos presídios do Estado deve-se à maior eficiência no remanejo de vagas. Pode até ter contribuído, mas qual o peso da redução de penas devido à nova lei que trata crimes como roubo e assalto afiançáveis? As gangues têm até um “fundo” de resgate para bancar seus integrantes.

Só dói quando rio

Para explicar por que o governo federal aplicou em seguida o aumento do IPI para automóveis importados, cobrança suspensa pelo STF pois isso só poderia ocorrer 90 dias depois, há duas explicações e ambas são dolorosas. Ou os técnicos do governo aplicaram o popular SPP (se pegar pegou), o que é uma enorme imoralidade, ou não sabia, o que é uma enorme burrice. Não se sabe qual é a pior.

Luvas importadas

O ciclo da borracha no Brasil teve início da segunda metade do século XIV e durou até a metade do século seguinte. Em teoria, deveríamos ter já na época toda a cadeia produtiva da borracha. Mas não, importamos até luvas de látex. Para amenizar este quadro, a indústria Lembruger, inaugurou um novo parque industrial da única fábrica de luvas de látex do Brasil em Paraíba do Sul.

Escola na Irlanda

De brasileira que mora na Irlanda: “Ao chegar aqui, meu neto de três anos foi para uma creche particular, Montessori, que custava € 480 por mês. Para surpresa de meu filho e nora, em setembro deste ano receberam uma carta dizendo que a partir daquele mês o governo passaria a pagar a creche, pois ele já havia ficado um ano nela e no próximo deverá entrar na escola pública”.

Fome Zero

Entusiasmado com a visita do governador à 11º Festcana, o prefeito do Caraá, Nei Santos, presenteou o governador Tarso Genro com uma super-rapadura de mais de 20 quilos. O prefeito também elogiou o governador por encaminhar, quando ministro da Justiça, o projeto de videomonitoramento de 14 municípios do Litoral Norte. Tarso garantiu que vai dividir o rapadurão entre sua assessoria.

Boa ideia

O marchand Renato Rosa protocolou na Secretaria de Cultura um abaixo-assinado solicitando a renominação da Sala Negra no Margs para Sala Henrique Fuhro. Quando essas salas foram apelidadas de Sala Negra foi para abrigar exposições de gravuras, justamente a técnica que por casualidade consagrou a obra inicial do Fuhro. Dezenas de cabeças coroadas assinaram embaixo.

Livro interessante

O livro Caso Última Hora – a crise que mudou a história, do jornalista Maikio Guimarães, será lançado hoje às 19h30min na Livraria da Cultura do Bourbon Country.  Joga luz sobre o conflito entre os jornalistas Carlos Lacerda, fundador da Tribuna da Imprensa, e Samuel Wainer, criador da Última Hora. Em 1953, Lacerda acusou Wainer de ter obtido empréstimos junto ao Banco do Brasil de forma irregular.

De volta ao passado

RENATO ROSA/ARQUIVO PESSOAL/DIVULGAÇÃO/JC

A foto é de 1970 e mostra o show do grupo “Uma mordida na flor” no Encouraçado Butikim, casa da avenida Independência que marcou época em Porto Alegre, projeto do arquiteto Milton Mattos, assim como alguns dos artistas do grupo. Alguns dos artistas estão na ativa até hoje. O show contou, entre outros, com Graça Magliani, Wanderley Falkenberg, Giba-Giba, Nara Kaiserman, mais os jornalistas Décio Presser, Mário Pereira e Sandra Garcia.

Miúdas

  • SALÃO de Atos da Pucrs será o palco da ópera “Carmen”, de Bizet, dias 28 e 29, às 16h. Regência do espanhol Roberto Túbaro.
  • ORTOPEDISTA e traumatologista Carlos Macedo fala sobre artrose no Panvel Vitalidade dia 26/10h/GNC do Praia de Belas.
  • SINDICATO das Estações Rodoviárias do RS comemora amanhã 55 anos com almoço no restaurante Panorama da Pucrs.
  • ENCONTRO Nacional de Economia da Saúde será de 26 a 28/Hotel Embaixador. Promoção Abes.
  • HDI Seguros foi eleita melhor seguradora de automóveis da região Sul do Brasil pelo Grupo JRS.
COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
COLUNAS ANTERIORES
A paisagem da Praça XV
Há muito tempo que as obras da pavimentação do entorno da Praça XV e da rua José Montaury estão ou paradas ou a passo de tartaruga
Uma valsa na rua
Com a temática “Calma. Você é o trânsito”, a 12ª Campanha Não quero morrer no trânsito promoveu ontem uma ação inusitada
Simulador gaudério
As festividades da Semana Farroupilha já acabaram, mas em Marau, Norte do Estado, o cultivo às nossas tradições permanece e é transmitido para as novas gerações
Sol e vento