Porto Alegre, quarta-feira, 18 de maio de 2022.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
19°C
15°C
7°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
907134
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
907134
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
907134
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Copa 2014 20/10/2011 - 19h14min

Autoridades lamentam a perda da Copa das Confederações

JOÃO MATTOS/JC
Com reformas paralisadas, Beira-Rio não será sede da Copa das Confederações
Com reformas paralisadas, Beira-Rio não será sede da Copa das Confederações

Depois da confirmação de que Porto Alegre não receberá os jogos da Copa da Confederações, o Internacional divulgou nota oficial, na tarde desta quinta-feira (20) sobre o episódio. No texto, o clube reafirma que as obras no Estádio Beira-Rio estão paradas em função do processo de negociação com a construtora responsável pelo projeto.

"A paralisação da obra ocorreu porque, a partir do contrato, a parceira ficará responsável por toda a obra. Como há tempo hábil para que se realize as reformas até dezembro de 2012, e a construtora não ficaria responsável pelos custos antes da assinatura do contrato, o Clube interrompeu os trabalhos para não ter que pagar por algo que ficará sob ônus do futuro parceiro", diz a nota.

Em entrevista concedida a emissoras de rádio o presidente do Internacional, Giovanni Luigi, garantiu que a intenção do clube não era a sediar a competição que acontece em 2013 em pelo menos quatro cidades do País. "Nos candidatamos para receber os jogos da Copa do Mundo e a Fifa confirma em seu site que o Estádio Beira-Rio terá cinco jogos", declarou. Luigi não detalhou o andamento das negociações do contrato com a empreiteira Andrade Gutierrez e não quis comentar a respeito de novos prazos para o reinício da obras.

Em declaração concedida à Rádio Gaúcha, o governador Tarso Genro lamentou o corte de Porto Alegre da Copa das Confederações. "Trabalhamos para que a Copa das Confederações fosse possível. É lamentável que isso tenha acontecido, mas certamente este é um problema que envolve o Internacional", disse o governador.

Tendo em vista o efeito dos atrasos nas obras, o prefeito da Capital, José Fortunati, afirmou que não trabalha com a hipótese de que a Copa do Mundo não seja realizada no Beira-Rio, mas admite a existência de um "plano B". Segundo ele, até que a Fifa diga o contrário, a Copa do Mundo será disputada no Estádio Beira-Rio. No entanto, ele afirma que Porto Alegre será sede do evento e, caso o Internacional não resolva o impasse, a competição poderá acontecer no estádio do rival Grêmio, que já está em fase avançada de construção.

"Se o Estádio Beira-Rio não ficar pronto existe um plano B, Este plano B se chama Arena do Grêmio", defendeu.
Questionado a respeito das obras de mobilidade urbana exigidas pela FIFA no entrono dos Estádios, Fortunati disse não haver problemas em levantar investimentos para os projetos necessários nas proximidades da arena.

O prefeito chegou a citar o esforço conjunto da bancada gaúcha no Congresso Nacional para incluir verbas de R$ 65 milhões no Orçamento de 2012 para obras de Mobilidade Urbana na cidade.

A Fifa divulgou, no início da tarde desta quinta-feira (20), em Zurique, Suíça, quais serão as sedes da Copa das Confederações de 2013 no Brasil. Apenas quatro sedes foram confirmadas oficialmente: Rio de Janeiro, Brasília, Fortaleza e Belo Horizonte. Enquanto outras duas, Recife e Salvador, dependem da conclusão dos estádios para receber a competição. Porto Alegre ficou de fora da lista.

Sobre o anúncio, José Fortunati afirmou que a decisão foi da entidade máxima do futebol foi política. "Se duas cidades ficaram em suspenso, Porto Alegre deveria ter ficado na mesma situação", declarou.

Durante o evento, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, afirmou: "Esse torneio é decisivo para um resultado próspero para a Copa do Mundo". Apesar da indefinição sobre as sedes, a Fifa já definiu os palcos dos principais jogos da Copa das Confederações. Assim, Brasília terá a abertura do torneio em 2013, enquanto o Rio ficará com a grande final. Belo Horizonte e Fortaleza irão receber uma semifinal cada um.

Confira o que cada uma das 12 sedes receberá na Copa:

Rio (Maracanã) - 4 jogos da primeira fase, 1 das oitavas, 1 das quartas e a final
Brasília (Estádio Nacional) - 4 jogos da primeira fase, 1 das oitavas, 1 das quartas e a disputa do terceiro lugar
São Paulo (Itaquerão) - 4 jogos da primeira fase (incluindo a abertura), 1 das oitavas e 1 da semifinal
Belo Horizonte (Mineirão) - 4 jogos da primeira fase, 1 das oitavas e 1 da semifinal
Fortaleza (Castelão) - 4 jogos da primeira fase, 1 das oitavas e 1 das quartas
Salvador (Fonte Nova) - 4 jogos da primeira fase, 1 das oitavas e 1 das quartas
Porto Alegre (Beira-Rio) - 4 da primeira fase e 1 das oitavas
Recife (Arena Pernambuco) - 4 da primeira fase e 1 das oitavas
Curitiba (Arena da Baixada) - 4 jogos da primeira fase
Manaus (Arena Amazônia) - 4 da primeira fase
Natal (Arena das Dunas) - 4 da primeira fase
Cuiabá (Arena Pantanal) - 4 da primeira fase

COMENTÁRIOS
Diogo - 20/10/2011 - 19h33
O inter assinou um TERMO DE COMPROMISSO, que consta a obrigatoriedade em entregar o Beira-Rio pronto em dezembro de 2012, portanto, apto para sediar a Copa das Confederações. É só procurar que está disponível na Internet. Não adianta tentar livrar-se da culpa agora. E as autoridades da Secopa/RS, juntamento com o Governo do Estado foram coniventes com a incompetência colorada. Vergonha!


Rômulo Plentz Giralt -
21/10/2011 - 05h27
Gostaria de saber se o sport club internacional vai ressarcir os hoteleiros e o comércio em geral dos prejuízos advindos de sua irresponsabilidade.


Louis Fergon -
22/10/2011 - 10h00
Que papelão! Vergonha! Por q


Louis Fergon -
22/10/2011 - 10h05
Que papelão! Vergonha! Por que tiraram a oportunidade de outras cidades, ou de outras alternativas em POA mesmo! Chatagearam o Governo Federal para conseguirem isenção de impostos e não cumpriram com a palaavra! Safadeza.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Institutos europeus dizem que Brasil ‘perdeu’ com Copa
Para membros da Fifa, o impacto real da Copa no Brasil apenas será conhecido em um prazo de cinco anos
Copa elevou percepção de demanda fraca em serviços
Para a Fundação Getulio Vargas (FGV), que apura o índice, este padrão "confirma o efeito negativo da paralisação parcial das atividades durante a Copa"
Visa divulga gastos com cartões em estádios e Fan Fest
No total, foram feitas 582,3 mil transações financeiras de 12 de junho a 13 de julho nas 12 cidades-sede do mundial
Segundo ANTT, 19 mil turistas chegaram ao País de ônibus na Copa
Os fretamentos internos somaram 6.869 viagens com destino às cidades-sede, o que representa 32% do total de deslocamentos interestaduais realizados no período do Mundial