Porto Alegre, quinta-feira, 20 de janeiro de 2022.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
19°C
15°C
7°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
582882
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
582882
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
582882
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR
Começo de Conversa Fernando Albrecht
[email protected]

Começo de Conversa

Coluna publicada em 09/08/2011

Torres no Eucaliptos

MARCELO G. RIBEIRO/JC

Templo do futebol gaúcho e único estádio a receber uma partida durante a Copa do Mundo de 1950, o estádio dos Eucaliptos vai dar lugar a um empreendimento de alto padrão da Melnick Even – sete torres numa área de 22 mil m2. Mas a memória do estádio será perenizada. Por isso, a entrega dos convites para o lançamento, que ocorre nesta quinta-feira, foi realizada por uma dupla de “jogadores”, Jonathas Moraes e Fernanda Worm. Outro jogo também foi lembrado pelo responsável pela ação. Rogério Bittencourt deu ao convite a forma de um tangram, um quebra-cabeça de origem chinesa para ser montado pelos convidados.

Uma fórmula perigosa I

Ambas as casas do Congresso discutem a reforma política, com alguns pontos já adiantados, como o voto em lista. Quando nos idos dos anos 1970 o presidente Ernesto Geisel pensou em reforma política, comentava-se que ele preferia o voto distrital misto, o chamado sistema alemão. De lá para cá a discussão focou o voto em lista com políticos acima de qualquer suspeita se dividindo sobre a conveniência ou não do modelo.

Uma fórmula perigosa II

O problema dos tempos modernos brasileiros não é o voto em lista, voto distrital misto ou não ou qualquer outra alteração mais substancial no sistema político-partidário do País. O óbvio ululante de Nelson Rodrigues é que o xis do problema não é o sistema, mas as pessoas que o dominam. Voto em lista com a atual safra de políticos e suas legendas é uma temeridade. Ah! Mas funciona na Europa. Precisamente – funciona LÁ.

Lei da embalagem

Os vereadores da Capital deverão votar amanhã o projeto do vereador Nilo Santos (PTB) que obriga os hipermercados, supermercados e similares a fornecerem embalagens para o serviço de empacotamento das mercadorias compradas no estabelecimento. Ficam excluídas dessa obrigatoriedade as lojas de pequeno porte que tenham até quatro caixas. O problema é que conceito de embalagem é amplo.

O velho glamour

O encontro Prato do Dia do PMDB da Capital, coordenado por José Fogaça, rapidamente vem sendo uma referência. O Clube do Comércio lotou ontem com a palestra do empresário Jorge Gerdau Johannpeter (matérias nesta edição). O Prato do Dia foi criado pelo diretório municipal a partir de uma ideia do vereador Sebastião Melo. A promoção com Gerdau retomou o antigo glamour do Salão dos Espelhos do Clube do Comércio recentemente reformado.

O mandiocão

Aconteceu domingo passado o Festival da Mandioca na Ressaca Buriti, nas Missões. Políticos e agricultores pegaram a raiz de mais de metro – literalmente – juntamente com o prefeito de Santo Ângelo, Eduardo Loureiro, que vem incentivando produtores rurais a  criar alternativas em diversas culturas para agregar renda.Foto:Fernando Gomes/divulgação/JC

Cidade vigiada

Brasília tem cerca de 250 mil câmeras de vigilância instaladas, o que significa uma câmera para 10 habitantes. Os dados são da Associação Brasileira das Empresas de Sistema Eletrônico de Segurança (Abese). Para conter os crimes que vêm ocorrendo na cidade – tem muito ladrão - o governo do Distrito Federal investe massivamente nestes equipamentos.

Agora vai

A prefeitura de São Leopoldo entrega hoje às 14h a licença ambiental para a empresa sul-coreana HT Micron, no Parque Tecnológico Unisinos. A fábrica poderá iniciar os trabalhos de terraplenagem e construção do prédio. O investimento pode chegar a US$ 400 milhões. A HT Micron é uma joint venture formada pela sul-coreana Hana Micron e pela gaúcha Altus.

Síndrome do pânico

Compreende-se perfeitamente que o Palácio do Planalto envie mensagens tranquilizadoras sobre as repercussões do terremoto financeiro mundial, mas em algum momento a presidente Dilma Rousseff terá que se dirigir ao povo em cadeia nacional de rádio e televisão. Não tão cedo que pareça ansiedade, mas também não tão tarde que pareça faísca atrasada. Porque o bicho vai pegar mesmo.

Por outro lado...

...em junho, a agência de classificação de risco Moody’s Investors Service melhorou a nota do Brasil de Baa3 para Baa2, “com perspectiva positiva”. Estamos longe do triplo até do B maiúsculo, o que dirá do A – 16 países têm agora o rating AAA -, mas decididamente inspiramos confiança nos investidores. Imagine se tivéssemos AA como os Estados Unidos. É como um aluno que sempre tira 10 receber um 9.

Miúdas

  • ADVOGADO Antônio Augusto Mayer dos Santos recebe hoje/19h o título de Cidadão Emérito de Porto Alegre.
  • FUNDAÇÃO Municipal de Artes de Montenegro/Sesc promovem em outubro o Salão Fundarte de Arte 10x10.
  • LUIZ Fernando Oderich, da ONG Brasil Sem Grades lança dia 17 livro baseado no projeto “Pai? Presente!”
  • EPTC começou a distribuição de 7,5 mil guias de informações aos usuários de transporte coletivo e seletivo da Capital.
COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
COLUNAS ANTERIORES
A paisagem da Praça XV
Há muito tempo que as obras da pavimentação do entorno da Praça XV e da rua José Montaury estão ou paradas ou a passo de tartaruga
Uma valsa na rua
Com a temática “Calma. Você é o trânsito”, a 12ª Campanha Não quero morrer no trânsito promoveu ontem uma ação inusitada
Simulador gaudério
As festividades da Semana Farroupilha já acabaram, mas em Marau, Norte do Estado, o cultivo às nossas tradições permanece e é transmitido para as novas gerações
Sol e vento