Porto Alegre, sexta-feira, 25 de setembro de 2020.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
15°C
28°C
15°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
459096
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
459096
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
459096
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Prefeitura Notícia da edição impressa de 27/07/2011

Urbano Schmitt assume a Secretaria de Gestão de Porto Alegre

Ex-titular da Fazenda foi remanejado após saída de Newton Baggio do governo municipal

Fernanda Bastos

MARCELO G. RIBEIRO/JC
No novo cargo, Schmitt tocará principais projetos da Capital.
No novo cargo, Schmitt tocará principais projetos da Capital.

O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati (PDT), confirmou ontem que o secretário municipal de Gestão, Newton Baggio (PDT), pediu afastamento do cargo, alegando motivos particulares.

Homem de confiança de Fortunati, Baggio auxiliou o pedetista em sua gestão na Secretaria do Planejamento Municipal (SPM), em 2007 e 2008, e, depois, na Secretaria Extraordinária da Copa.

Ele será substituído por Urbano Schmitt (PDT), que desde abril do ano passado estava à frente da Secretaria Municipal da Fazenda. A pasta da Fazenda ficará interinamente a cargo de Roberto Bertoncini, que era adjunto de Schmitt.

A articulação para a substituição de Baggio se iniciou na segunda-feira e foi feita às pressas. Baggio acertou o desembarque do governo pedetista à noite e o prefeito tinha preocupação de que ainda naquele dia a Secretaria de Gestão já tivesse novo titular.

A boa relação com o prefeito, a experiência e a familiaridade com os projetos do Executivo contaram a favor de Schmitt, que aceitou o convite.

Ontem, o dia de Fortunati foi marcado por reuniões com o secretariado. A intenção era familiarizar o novo titular da Gestão com as atividades da pasta, por onde passam todos os projetos importantes da administração, como o Programa Integrado Socioambiental (Pisa), o metrô e as mudanças nos corredores de ônibus.

Reunido com o prefeito durante todo o dia, Schmitt nem teve tempo de ser apresentado formalmente para a equipe da Gestão. A ideia do prefeito é de que o novo titular não interrompa nem mesmo para uma posse formal as atividades da secretaria.

Schmitt irá acompanhar os preparativos para a Copa do Mundo de 2014, que, desde o início da gestão, estão entre as maiores preocupações de Fortunati - o prefeito acumulava o papel de vice-prefeito e o de secretário da Copa e, mesmo após assumir o paço municipal em março do ano passado, só abdicou do comando da pasta por conta das pressões de correligionários. "O secretário Urbano já conhece de perto os projetos, é um grande parceiro da cidade e é, neste momento, o melhor nome para conduzir as intervenções estruturantes que faremos em Porto Alegre", justificou Fortunati.

O pedetista ainda citou a relevância da parceria entre a Gestão e o Gabinete de Relações Institucionais, que tem status de secretaria sob o comando de Ana Pellini, que foi secretária-geral do governo Yeda Crusius (PSDB).
Schmitt é natural de Nova Petrópolis e bacharel em Direito e em Ciências Contábeis. Agente fiscal do Tesouro do Estado, atuou durante sete anos no Banrisul, como vice-presidente (2003-2007) e diretor de crédito (2007-2010).

Em março de 2010, assumiu o cargo de superintendente administrativo-financeiro da Assembleia Legislativa, na gestão do hoje deputado federal Giovani Cherini (PDT). Antes, atuou como secretário da Fazenda, diretor da Divisão de Estudos e Orientação da Contadoria e Auditoria-Geral do Estado (Cage) e chefe de gabinete da presidência da Assembleia.

Desde que assumiu o paço municipal, em março do ano passado, em função da renúncia de José Fogaça (PMDB) para concorrer ao Palácio Piratini, essa é a segunda vez que Fortunati tem de escolher às pressas um substituto para uma secretaria de vulto. O atual diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari, assumiu em julho do ano passado após a saída do engenheiro Romano Botin.

Botin assumiu a presidência EPTC em abril, quando Fortunati operou as principais mudanças no secretariado de Fogaça. Mas, apesar do prestígio com o prefeito, o engenheiro deixou o cargo no início de julho.

Na época, Fortunati chegou a fazer um apelo público pela permanência do secretário, dizendo que não poderia aceitar seu afastamento devido à importância que teria na direção da EPTC.

COMENTÁRIOS
nedio seminotti - 13/06/2012 - 15h39
Enquanto muitas cidades no mundo permitem o usos de corredor para taxis com passageiros e algumas inclusive carros de peasseio com mais de duas pessoas, em Poa o uso do corredor é exclusivo dos ônobus. Gostaria de saber sob qual argumento isso é definido.

imprimir IMPRIMIR