Porto Alegre, quinta-feira, 15 de abril de 2021.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
19°C
15°C
7°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
900987
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
900987
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
900987
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR
Mercado Digital Patrícia Knebel
[email protected]

Mercado Digital

Coluna publicada em 30/06/2011

Neutralidade na rede

   Um dos temas centrais que vem sendo debatido durante essa edição do Fórum Internacional Software Livre (Fisl12), que acontece até sábado, na Pucrs, é neutralidade da rede. O assunto é polêmico e tem dominado as discussões na Europa e nos Estados Unidos em torno do direito ou não de as empresas que fornecem infraestrutura tecnológica priorizarem determinados perfis de tráfego na internet. Hoje já acontece de alguns programas, como o e-Mule ou o Bit Torrent, por exemplo, receberem menos banda. Como consequência disso, a tarefa de fazer o download de uma música ou filme bem mais lenta. Para o movimento do software livre, dar aos provedores de infraestrutura de internet o direito de destinar menos ou mais banda para determinados pacotes trafegados é o mesmo que assentir que algumas marcas de veículos trafeguem a 60 km/h enquanto outras só possam chegar a 20km/h em uma via pública. A rigor, o que esses movimentos esperam é que ninguém faça filtragem de tráfego na internet, nem governos, tampouco empresas.

Segurança e mobilidade I

Os usuários costumam esquecer que os seus dispositivos móveis, como celulares e tablets, também são uma porta de entrada e tanto para os hackers. Isso é fato. Para minimizar esses riscos, a Vivo e a F-Secure estão disponibilizando um pacote de soluções de segurança voltado para esses equipamentos.

Segurança e mobilidade II

Os clientes de aparelhos que utilizam o sistema operacional Android, Symbian ou Windows Mobile poderão contratar os serviços de um software antirroubo, antivírus e firewall. Também é possível apagar remotamente todos os dados, em caso de perda. A solução completa custa R$ 5,99 por mês.

Fusão

Vai se chamar Teevo a nova empresa gaúcha de tecnologia, formada a partir da fusão da Latintec, MI Informática, Abyz IT e SK Tecnologia. Anunciada em maio, durante a BITS, a operação já tem data para o seu lançamento oficial: 11 de julho. A Teevo nasce com um faturamento de R$ 50 milhões, 130 funcionários e foco na entrega de infraestrutura de tecnologia, como servidores, rede e storage. A fusão foi apoiada por um programa da Softex que visa à criação de grupos de software mais robustos. A Teevo será capitaneada por Gelso Furlin.

Em época de sustentabilidade
A Enerbio Consultoria lança hoje o Webcarbon, software que promete auxiliar as empresas a calcularem as emissões de gases que causam o efeito estufa, como o CO2. O programa foi desenvolvido em parceria com a empresa de tecnologia Caju Agência Digital, de Recife, e levou cerca de um ano e meio para ficar pronto. O Webcarbon leva em conta metodologias de cálculo internacionalmente reconhecidas e será comercializado sob forma de licença.

Comunicação com marcianos

Desde o início do ano, a divisão de direitos humanos da Polícia Federal recebeu 3.415 denúncias por e-mail, mas apenas 5% delas com pertinência policial. Uma das mais recorrentes, segundo o chefe substituto do Grupo Especial de Combate aos Crimes de Ódio e Pornografia Infantil (Gecop), Marcelo Bórsio, é o relato de pessoas alegando que vizinhos ou familiares estão com um chip implantado na cabeça e que através desses dispositivos se comunicam com marcianos. Seria engraçado se não isso não acabasse atrapalhando o trabalho dos profissionais, que se dedicam a investigar crimes como pedofilia na internet a crimes de ódio.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
COLUNAS ANTERIORES
Parceria de peso
Esse é um dos maiores negócios fechados pela Dinamize
Sorte do dia
Parques e polos tecnológicos, incubadoras e projetos voltados para a indústria criativa poderão se candidatar a recursos de pouco mais de R$ 14 milhões para investir em ampliação ou modernização das suas estruturas
Nada de (tão) novo no front
Nenhuma grande mudança de design ou nova tecnologia capaz de provocar alvoroço entre especialistas e adoradores da Apple
Mais perto das universidades
O SAP Labs América Latina, com sede em São Leopoldo, quer estreitar as conexões com as universidades gaúchas