Porto Alegre, segunda-feira, 09 de dezembro de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
21°C
34°C
20°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,1440 4,1460 1,02%
Turismo/SP 4,1400 4,3900 0,85%
Paralelo/SP 4,1500 4,3800 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
933681
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
933681
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
933681
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Copa 2014 Notícia da edição impressa de 11/11/2010

Internacional não pode contratar crédito direto com Banrisul

Patrícia Comunello

CACO ARGEMI/DIVULGAÇÃO/JC
Diretorias dos clubes tiveram encontro com o futuro governador
Diretorias dos clubes tiveram encontro com o futuro governador

O Internacional não conseguirá contratar diretamente com o Banrisul o financiamento para garantir a execução das obras de reforma do estádio Beira-Rio, escolhido como sede dos jogos da Copa do Mundo de 2014 em Porto Alegre. O banco não realiza empréstimo para clubes de futebol devido aos riscos e liquidez limitada do patrimônio em caso de execução. Com isso, os colorados desenham plano para achar um contratante que se habilite junto ao Banrisul ou para selar a operação com outra instituição, seja brasileira ou estrangeira. O clube estima que precisará de um aporte de R$ 70 milhões, pois já teria em caixa entre R$ 60 milhões e R$ 70 milhões do orçamento de R$ 155 milhões da reforma.

A garantia bancária é exigência do Comitê Organizador Local (LOC), órgão oficial para os preparativos do Mundial no País. "Se a operação não é paga, para quem vendemos o Beira-Rio", ouviram os dirigentes em encontro com o banco na semana passada. A ausência de histórico de empréstimos, o volume de recursos e as garantias impedem a operação. Especialistas do setor bancário reforçam as dificuldades. Ao buscar bancos, dirigentes costumam contratar recursos em seu nome e usando garantias reais do patrimônio pessoal. Pelo montante almejado, o Inter terá de ter solução com patrimônio 150% acima do valor e fluxo de caixa para
pagamento.

O presidente do Inter, Vitorio Piffero, já sabia da limitação e que em reunião na noite de terça os integrantes da diretoria desenharam alternativas. Do Banrisul, o presidente teve sugestão para criação de uma Sociedade de Propósito Específico (SPE), com personalidade jurídica e que seria formada por cotas de capital de pessoas físicas, para alcançar requisitos da operação. Piffero descartou inicialmente a alternativa. Ele citou ainda que o LOC retirou o prazo de dezembro deste ano para o clube apresentar garantias. "O comitê tirou a urgência há duas semanas", garantiu Piffero, o que abre espaço para definir o melhor caminho. O clube apostou em autofinanciamento, mas foi comunicado da exigência.

Ontem, diretorias colorada e gremista tiveram encontro com o futuro governador, Tarso Genro, na sede da transição, na zona sul da Capital. Tarso chamou a dupla para comunicar que a gestão da Copa será feita pela Secretaria dos Esportes, a ser criada. Piffero reforçou, no encontro, que aposta no apoio do futuro secretário ao Beira-Rio. Na saída, o dirigente frisou que a Federação Internacional de Futebol (Fifa) não troca estádio em cidade-sede, mas suprime estruturas. "Isso é determinante para que a sociedade gaúcha como um todo, se quiser a Copa aqui, apoie nosso projeto da forma mais expressiva possível", resumiu.

Enquanto busca um plano B para atender o Banrisul ou financiamento com outras instituições financeiras (nacionais ou estrangeiras), o presidente do Inter decidiu colocar à venda, na próxima semana, 2 mil cadeiras vips, localizadas acima da arquibancada superior. A medida já tinha o aval do Conselho Deliberativo. Piffero projeta arrecadar R$ 80 milhões, com valor unitário de R$ 40 mil. As aquisições, com pagamento parcelado, transformam-se em recebíveis, títulos que viram moeda em uma negociação de empréstimo.

Estádios da Capital preparam-se para receber jogos-treino

Jefferson Klein

Os campos de futebol de Porto Alegre que deverão ser os locais dos jogos-treino das seleções que disputarão partidas na cidade, pela Copa do Mundo de 2014, já começam o planejamento para atender às exigências feitas pela Fifa. Na tarde de ontem, o prefeito José Fortunati iniciou as vistorias, para a montagem da relação de Campos Oficiais de Treinamento (COTs), pelo estádio do Esporte Clube São José, o Passo D'Areia.

Além do complexo do Zequinha, conforme Fortunati, os outros que mais se aproximam das especificações requeridas são a nova Arena do Grêmio e o da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Pucrs). O prefeito esclarece que as seleções podem escolher as cidades para realizarem as suas pré-temporadas. Contudo, a Fifa define campos dentro do município sede das partidas oficiais, que obrigatoriamente as equipes terão que utilizar para treinamentos.

"Estamos muito tranquilos que os três estádios que foram selecionados por Porto Alegre estarão dentro dos padrões exigidos", afirma o prefeito. Ainda esta semana, técnicos da prefeitura deverão realizar contatos com o Grêmio e com a Pucrs para obter informações sobre os seus campos. Até 20 de novembro, a prefeitura encaminhará à Fifa relatório preliminar apresentando um detalhamento técnico das estruturas e a entidade poderá sugerir mudanças e reformas que precisariam ser feitas. Os requisitos da Fifa para a escolha dos COTs inclui análise do espaço físico, equipamentos disponibilizados, dimensões do gramado e estacionamento, entre outros.

O presidente do São José, José Paulo Conceição Fernandes, admite que uma das melhorias que terá que ser realizada no Passo D'Areia será quanto aos vestiários. Outro ponto que terá alterações é o gramado. O clube começa em dezembro a implementar grama sintética em seu campo. A ação deverá ser finalizada em janeiro.

COMENTÁRIOS
José - 11/11/2010 - 08h52
Tudo na vida é uma questão de opinião. Nas várias situações, há os prós e os contras, mas não posso deixar de explicitar minha opinião: - Que absurdo a Direção do Inter está cometendo. Por favor, tratem do futebol e parem de fazer "bricadeiras" com o dinheiro alheio (dos sócios).


Richardt -
12/11/2010 - 08h51
<b> A FIFA troca de estádio sim, Em São Paulo descartou um VELHO por um NOVO que nem está ainda em construção. <b>


Laura -
12/11/2010 - 11h31
Estão morrendo de medo que a Arena do Grêmio passe a ser o estádio em Porto Alegre que receberá a Copa de 2014. Pois é...a vida dá voltas e como...Colquem o aviãozinho a passar pelo RS pedindo ajuda para refornar o Beira-Rio. É brincadeira....


Renan -
12/11/2010 - 13h00
"Na saída, o dirigente frisou que a Federação Internacional de Futebol (Fifa) não troca estádio em cidade-sede, mas suprime estruturas. "Isso é determinante para que a sociedade gaúcha como um todo, se quiser a Copa aqui, apoie nosso projeto da forma mais expressiva possível", resumiu." Quanta cara de pau! A FIFA troca de estádio na mesma sede SIM! Vide São Paulo!

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Institutos europeus dizem que Brasil ‘perdeu’ com Copa
Para membros da Fifa, o impacto real da Copa no Brasil apenas será conhecido em um prazo de cinco anos
Copa elevou percepção de demanda fraca em serviços
Para a Fundação Getulio Vargas (FGV), que apura o índice, este padrão "confirma o efeito negativo da paralisação parcial das atividades durante a Copa"
Visa divulga gastos com cartões em estádios e Fan Fest
No total, foram feitas 582,3 mil transações financeiras de 12 de junho a 13 de julho nas 12 cidades-sede do mundial
Segundo ANTT, 19 mil turistas chegaram ao País de ônibus na Copa
Os fretamentos internos somaram 6.869 viagens com destino às cidades-sede, o que representa 32% do total de deslocamentos interestaduais realizados no período do Mundial