Porto Alegre, domingo, 15 de dezembro de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
27°C
28°C
20°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,1070 4,1090 0,36%
Turismo/SP 4,0400 4,2900 0,74%
Paralelo/SP 4,0500 4,2800 0,69%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
104735
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
104735
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
104735
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Trânsito Notícia da edição impressa de 11/11/2010

Capital discute novo projeto para a rótula da Nilo Peçanha

GABRIELA DI BELLA/JC
Fortunati quer ouvir sugestões para definir a melhor intervenção
Fortunati quer ouvir sugestões para definir a melhor intervenção

A novela sobre o que deverá ser feito para resolver os problemas de mobilidade urbana na rótula localizada na avenida Nilo Peçanha, na zona Leste de Porto Alegre, teve mais um capítulo ontem. O prefeito José Fortunati instalou um grupo de trabalho que tem como objetivo analisar as mudanças que deverão ser feitas no local. A comissão é formada por representantes da comunidade, de órgãos da prefeitura e do Ministério Público Estadual (MPE). Com os debates, a prefeitura admite aceitar alterações no projeto original apresentado em agosto.

"Temos um grande nó de mobilidade urbana naquele ponto. Preparamos um belo projeto que não foi executado por falta de uma empresa interessada na licitação. Já que isso não aconteceu, nada melhor do que chamar a comunidade para discutir conosco se existem outras opções", afirma o prefeito. A ideia é que os debates do grupo de trabalho não se arrastem por muito tempo, o que atrasaria ainda mais a execução das obras.

O projeto apresentado pela prefeitura prevê a implantação de semáforos naquele ponto, permitindo aos motoristas a conversão à esquerda da rua Carazinho para a avenida Nilópolis, e conversão da rua Carlos Trein Filho para a Nilo Peçanha, sentido Centro-bairro. O movimento da Nilópolis para a Carlos Trein Filho acontecerá pela travessa Cel. Antônio Carneiro Pinto e pela Carazinho.

O objetivo da intervenção é reduzir em até 80% os congestionamentos na região da rótula, onde circulam aproximadamente 61 mil veículos. O edital para as obras foi publicado na edição do dia 24 de agosto do Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa), mas, como não houve interessados para a realização das mudanças, a prefeitura cogita até, dependendo do tamanho das alterações que deverão ser feitas no local, fazer as obras por conta própria.

"Vamos discutir a busca pela solução mais organizada. Espero que avancemos com muita rapidez. Pretendemos discutir alternativas ao projeto e, também, como obter recursos para realizar se não seguir o que previa o texto", diz Fortunati. A Associação dos Moradores do Bairro Bela Vista (Amobela) é contrária à retirada da rótula, o que classifica como um "retrocesso". Conforme o prefeito, o objetivo é de que se busque uma solução tecnicamente viável e que agregue os interesses dos lojistas, dos moradores e dos motoristas que trafegam pela região. "É importante que façamos uma discussão ágil e com a maior participação da comunidade possível", enfatiza Fortunati.

COMENTÁRIOS
Gustavo Melo - 11/11/2010 - 04h03
Aquela rótula da Nilo é terrível...


Vinicius -
11/11/2010 - 11h07
Acho que qualquer lugar do mundo se resolveria o problema colocando um viaduto. O problema é que os proprietários dos imóveis vão sofrer com a desvalorização do local. Não me proponham uma sinaleira!! Por Favor!


Sergio -
11/11/2010 - 11h37
Uma capital não possuir equipamentos e material humano para executar uma "obrinha" dessas? Fala sério, meu!!!! Chamem a engenharia do exército, que lea executa em menos de um mes. Eita incompetencia. É o começo do fim.


Edu -
11/11/2010 - 17h01
Mais uma sinaleira?! Viaduto também não. Proponho uma passagem subterrânea com os carros da Nilo Peçanha mergulhando por baixo da rótula e saindo lá do outro lado. Já seria uma grande coisa.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Para Fortunati, regras só são obedecidas quando pesam no bolso
Acidentes são maior causa de internações de urgência
O ato foi conduzido pelo prefeito José Fortunati
Prefeitura apresenta documento sobre trânsito de Porto Alegre
Motos já são a principal causa de acidentes no trânsito, diz especialista
Os acidentes envolvendo motos já são a principal causa de ocorrências de trânsito no país, ultrapassando os atropelamentos de pedestres
Movimento próximo a Arena do Grêmio está normal, segundo a Concepa
Fluxo tranquilo na Free Way em direção ao litoral gaúcho