Porto Alegre, domingo, 18 de agosto de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
22°C
15°C
9°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,0030 4,0050 0,37%
Turismo/SP 3,9500 4,1600 0,47%
Paralelo/SP 3,9600 4,1700 0,47%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
163243
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
163243
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
163243
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Orçamento Participativo Notícia da edição impressa de 27/05/2010

Eixo-Baltazar indica a prioridades em serviços

Smov irá às 17 regiões do OP para resolver problemas emergenciais

Fernanda Bastos

Marcelo G. Ribeiro/JC
Os conselheiros do OP, Seixas e Carvalho, apontaram necessidade de asfaltamento.
Os conselheiros do OP, Seixas e Carvalho, apontaram necessidade de asfaltamento.

Integrantes da Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov) de Porto Alegre percorreram ontem à tarde a Região Eixo-Baltazar do Orçamento Participativo (OP) para ouvir os moradores e definir serviços prioritários para a área. A visita faz parte do calendário de atividades da coordenação do OP com a Smov, que nas próximas semanas irá visitar outras dez regiões da cidade.

O coordenador do OP, André Seixas, relata que os moradores indicaram a necessidade de o titular da pasta conhecer o local das demandas e avaliar com os moradores as necessidades. "Estamos destacando as prioridades e repassando ao secretário, que com a visita pode fazer uma avaliação do que pode ser feito com maior rapidez", salienta.

Ontem, na Região Eixo-Baltazar, líderes comunitários apontaram deficiências em serviços como pontos sem iluminação e vias sem asfaltamento. O conselheiro da área no OP, Ademir Carvalho, conta que uma das maiores reclamações dos moradores das Vilas Coqueiros e Alexandrina é a falta de pontos de luz em praças, vias e casas. "As pessoas pagam e não têm luz", observa. A expectativa do representante do Eixo-Baltazar é de que os principais problemas da comunidade sejam resolvidos nos próximos meses. "É um mutirão que pode agilizar o encaminhamento", sustenta.

No sábado, a comitiva da prefeitura, acompanhada por lideranças comunitárias, irá percorrer a partir das 9h as regiões Sul e Extremo-Sul. Na segunda-feira, às 14h30min, é a vez do roteiro nas Ilhas.

O trabalho com os conselheiros, que começou na semana passada e já atendeu às regiões Cristal, Centro-Sul, Partenon, Norte, Leste e Nordeste, também atende à demanda do prefeito José Fortunati, que pediu ao secretariado para priorizar neste primeiro ano do seu mandato a excelência nos serviços prestados pelo Executivo.

"A orientação do prefeito é de unir ainda mais as secretarias ao OP. Ele tem anunciado em cada plenária que o Orçamento Participativo será priorizado assim como os serviços também devem ser", aponta o secretário de Obras e Viação, Cássio Trogildo.

Trogildo relata que uma das propostas da Smov é eleger em cada região duas ruas para passarem pelo processo de preservação permanente, que é mais barato que o asfaltamento, mas serve como medida emergencial para vias onde o tráfego é mais leve. "Pode funcionar em um beco, por exemplo, que não precisa de estrutura para ser pavimentado", explica o titular da Smov. Ele tem intenção de manter a regularidade dos encontros com a comunidade.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Prefeitura aposta em aumento na participação
Secretaria de Governança Local diz que 92% das demandas de 2011 e 65% das de 2012 estão concluídas ou em andamento
Pesquisa indica que maioria dos participantes do OP é mulher
Uma pesquisa sobre o perfil dos participantes do Orçamento Participativo (OP) identificou que 61% são mulheres e 39% homens
Mais de 4 mil pessoas participaram das temáticas
Prefeitura dá início às assembleias regionais