Porto Alegre, terça-feira, 18 de junho de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
19°C
24°C
12°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,8990 3,9010 0,02%
Turismo/SP 3,8600 4,0600 0,49%
Paralelo/SP 3,8700 4,0700 0,49%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
959795
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
959795
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
959795
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Artigo Notícia da edição impressa de 11/05/2010

Educação financeira é para toda vida

Everton Lopes

Li, na página 4 do Jornal do Comércio, dia 6 de maio de 2010, o artigo Saia do buraco. Realmente existe uma proliferação de divulgações sobre o assunto - finanças pessoais – e existem empresas ministrando cursos e palestras até de graça, com a nítida intenção de captação visando à bolsa de valores ou ainda para ingressar com variadas ações judiciais. Porém, tenho que discordar em parte com o que foi dito quando foi tratado o assunto. Existem, sim, locais onde são atendidos os não afortunados e inadimplentes, como, por exemplo, aqueles consumidores compulsivos (doença esta que inclusive tem nome - oniomania) que podem ser tratados e atendidos gratuitamente pelos Devedores Anônimos (DA) na Cruz Vermelha em Porto Alegre, os Procons, os voluntários etc. Preocupado com a falta de informação desde os primeiros momentos em que começamos a lidar com o dinheiro, o Corecon/RS realizará este ano um concurso de redação em educação financeira nas escolas, projeto pioneiro no Brasil, com o apoio institucional da Secretaria de Educação do Estado, entre outras parcerias, para sensibilizar e apoiar a implantação da disciplina nas escolas. A importância da educação financeira é fundamental para que tenhamos um País verdadeiramente melhor e com qualidade de vida.

Mas, infelizmente, o tema ainda não se faz presente no currículo da maioria das escolas. É preciso despertar para este tema nas escolas, em casa e na mídia para que, desde cedo, as pessoas possam lidar com o dinheiro de uma forma mais prazerosa. Porém, não é o que observamos. Os crescentes índices de inadimplência mostram como as pessoas lidam com dinheiro, criando uma espiral endividatória que compromete a qualidade de vida por meses e, em alguns casos, por anos. “Qual sua relação com o dinheiro, necessidade ou desejo? Devemos comprar o que precisamos, quando precisamos, e não só porque está na promoção. Consumir é muito importante para o giro da economia, pois gera produção, emprego e renda. Mas é preciso um consumo consciente. Pensar em educação financeira é muito importante seja qual for a sua profissão, por mais humilde que ela seja, pois ela é para toda a vida. Se dependermos de nosso atual sistema previdenciário, só há uma certeza para nosso futuro financeiro: isso não será suficiente. E o que fazer então? Esse aprendizado se torna essencial ao nosso dia-a-dia, com qualidade de vida da infância a melhor idade.” Pensem nisso!
     
Coordenador da Comissão de Educação Financeira do Corecon/RSRealmente existe uma proliferação de divulgações sobre o assunto - finanças pessoais – e existem empresas ministrando cursos e palestras até de graça, com a nítida intenção de captação visando à bolsa de valores ou ainda para ingressar com variadas ações judiciais. Porém, tenho que discordar em parte com o que foi dito quando foi tratado o assunto. Existem, sim, locais onde são atendidos os não afortunados e inadimplentes, como, por exemplo, aqueles consumidores compulsivos (doença esta que inclusive tem nome - oniomania) que podem ser tratados e atendidos gratuitamente pelos Devedores Anônimos (DA) na Cruz Vermelha em Porto Alegre, os Procons, os voluntários etc. Preocupado com a falta de informação desde os primeiros momentos em que começamos a lidar com o dinheiro, o Corecon/RS realizará este ano um concurso de redação em educação financeira nas escolas, projeto pioneiro no Brasil, com o apoio institucional da Secretaria de Educação do Estado, entre outras parcerias, para sensibilizar e apoiar a implantação da disciplina nas escolas. A importância da educação financeira é fundamental para que tenhamos um País verdadeiramente melhor e com qualidade de vida.

Mas, infelizmente, o tema ainda não se faz presente no currículo da maioria das escolas. É preciso despertar para este tema nas escolas, em casa e na mídia para que, desde cedo, as pessoas possam lidar com o dinheiro de uma forma mais prazerosa. Porém, não é o que observamos. Os crescentes índices de inadimplência mostram como as pessoas lidam com dinheiro, criando uma espiral endividatória que compromete a qualidade de vida por meses e, em alguns casos, por anos. “Qual sua relação com o dinheiro, necessidade ou desejo? Devemos comprar o que precisamos, quando precisamos, e não só porque está na promoção. Consumir é muito importante para o giro da economia, pois gera produção, emprego e renda. Mas é preciso um consumo consciente. Pensar em educação financeira é muito importante seja qual for a sua profissão, por mais humilde que ela seja, pois ela é para toda a vida. Se dependermos de nosso atual sistema previdenciário, só há uma certeza para nosso futuro financeiro: isso não será suficiente. E o que fazer então? Esse aprendizado se torna essencial ao nosso dia-a-dia, com qualidade de vida da infância a melhor idade.” Pensem nisso!

    
Coordenador da Comissão de Educação Financeira do Corecon/RS

COMENTÁRIOS
Silvia Alambert - 12/05/2010 - 00h30
Concordo em gênero, número e grau: Educação Financeira é para a Vida Inteira e é muito mais do que falar sobre investimento em bolsa. Esta, como outras formas de investimento, é apenas uma das possibilidades existentes. O grande " appeal " da educação financeira é mostrar às pessoas que todos podem deixar a condição de vida atual (de dependência financeira)e viver uma vida com qualidade, equilíbrio financeiro e emocional. A educação financeira deve deixar as pessoas aptas a compreenderem os benefícios deste ensinamento no médio e longo prazo e fazer com que passem a realizar escolhas financeiras mais inteligentes, de maneira saudável e consciente e que entendam que não precisam (e nem devem) esperar pela ajuda de ninguém para trilhar o caminho da sua própria independência financeira. " Um país só é verdadeiramente forte quando menos pessoas dependem dele." Parabéns ao CORECON/RS pela iniciativa e contem com o nosso apoio. Silvia Alambert

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Acorda, Brasil
A maré da indignação nacional, por força de suas vertentes naturais, rompeu os diques da tolerância popular e se espraiou com a violência de um tufão
O Dia Mundial do Turismo no Rio Grande
Domingo, dia 27 de setembro, será comemorado o "Dia Mundial do Turismo no Rio Grande do Sul"
Dilma: pague a compensação da Lei Kandir
Aprovada em 1996, a lei federal isenta o ICMS de produtos e serviços para exportação
Fusões & Aquisições, oportunidade e risco
Quatro vezes um é igual a um! Essa é ainda a matemática feita pelo investidor estrangeiro em relação ao Brasil