Porto Alegre, quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
23°C
32°C
20°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,3580 4,3600 0,66%
Turismo/SP 4,2500 4,5660 0,70%
Paralelo/SP 4,2600 4,5800 0,88%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
659679
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
659679
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
659679
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Mercado Financeiro 24/09/2015 - 17h29min

Em dia de recuo do dólar, petróleo fecha em alta após 2 dias de baixas

Os preços do petróleo subiram nesta quinta-feira (24) recuperando terreno depois de dois dias consecutivos de quedas, em dia de baixa do dólar diante do iene e do euro. Os preços oscilaram ao longo do dia, tendo chegado a cair a US$ 43,71 por barril em Nova York. "O avança-e-recua dos preços continuou hoje, com os preços recuperando terreno após a queda de ontem, apesar de um indicador econômico fraco ter levado o mercado de ações a cair", disseram em nota os analistas da Mansfield Oil Co.

Comentando a redução dos estoques norte-americanos de petróleo bruto na semana passada, Norbert Ruecker disse que "o excesso de oferta está se reduzindo lentamente, pelo menos na América do Norte, e deve continuar a cair por causa do declínio da produção de petróleo de areias de xisto nos EUA".

Nesta quinta, a Genscape divulgou a estimativa de que os estoques de petróleo bruto no centro de distribuição de Cushing (Oklahoma) tiveram uma redução de mais de 500 mil barris na semana até esta terça-feira. Reduções dos estoques em Cushing têm ajudado o preço do petróleo WTI, produzido nos EUA, a reduzir seu diferencial de preço em relação ao Brent, que serve de referência para o mercado mundial.

Também hoje, um alto funcionário do governo do Irã disse que o país espera aumentar suas exportações de petróleo bruto em 500 mil barris até o fim de novembro, com o fim das sanções econômicas previsto após o acordo com os EUA e seus aliados sobre seu programa nuclear. Segundo ele, as exportações iranianas deverão aumentar em 1 milhão de barris até o segundo trimestre de 2016.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), os contratos de petróleo bruto para novembro fecharam a US$ 44,91 por barril, em alta de US$ 0,43 (0,97%). Na Intercontinental Exchange (ICE,) os contratos do petróleo Brent para novembro fecharam a US$ 48,17 por barril, em alta de US$ 0,42 (0,88%). 

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Ibovespa melhora, mas não escapa da 5ª queda seguida
Bovespa trabalhou parte da tarde desta quinta-feira em alta, mas não conseguiu escapar de terminar no vermelho
Juro futuro tem forte queda após ações do BC e Tesouro
Sessão de negócios teve dois momentos completamente distintos, com forte alta pela manhã e forte baixa à tarde
O mercado de câmbio teve dois momentos completamente distintos nesta quinta-feira
Dólar perde fôlego após fala de Tombini e cai 2,15% em dia de variações extremas
Ouro fecha no nível mais alto em 5 semanas com busca por 'refúgio seguro'
O preço do ouro fechou no nível mais alto em cinco semanas, com investidores em busca de "refúgio seguro" em dia de queda dos mercados de ações e de baixa do dólar diante do euro e do iene