Porto Alegre, domingo, 05 de julho de 2020.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
10°C
14°C
4°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
152868
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
152868
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
152868
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

indústria 24/09/2015 - 11h28min

Pesquisa revela baixa perspectiva para a indústria gaúcha

A Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs) divulgou nesta quinta-feira (24) uma pesquisa que indica que, até o momento, não há perspectiva de mudança na tendência recessiva do setor no Estado. O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI-RS) de setembro caiu de 37,4 pontos em agosto para 36,6 pontos em setembro, atingindo o segundo menor nível da série histórica iniciada em 2005, à frente apenas do mês de março de 2015 (35,7 pontos).

“Os empresários continuam percebendo forte deterioração da situação da economia brasileira, bem como nenhuma indicação de mudança nesse quadro. A razão para o alto grau de pessimismo é uma combinação de fatores negativos: recessão, inflação, ajuste econômico contracionista, elevação de custos de produção e instabilidade política”, observou o presidente da Fiergs, Heitor José Müller, em nota. 

De acordo com a pesquisa, o principal motivo para a queda da confiança foi a deterioração na percepção dos empresários sobre as condições atuais, impactadas, especialmente, pela piora na situação da economia brasileira. As condições da empresa também se agravaram, de 35,8 para 34,7 pontos no período, assim como da economia gaúcha, de 18,2 para 16,9. 

O levantamento varia numa escala de 0 a 100 pontos. Quanto mais os valores estiverem acima de 50, maior o otimismo. 


COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Usinas destinam 59,9% da oferta de cana à produção de etanol na quinzena
Com isso, o mix relacionado ao etanol passou de 56,06% para 59,99%
Senai assina acordo com instituto alemão para acelerar inovação em indústrias
O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) assinou esta semana um acordo para facilitar as parcerias com a Sociedade Fraunhofer, da Alemanha, formada por 67 institutos de inovação
Índice de produção cai a 42,7 pontos em agosto ante 44 pontos em julho, diz CNI
Os indicadores da pesquisa variam no intervalo de zero a 100, sendo que valores abaixo de 50 indicam evolução negativa
Em reunião na Capital, Barros falou sobre o andamento do projeto
Foton começará a produzir em janeiro em área alugada no Estado