Porto Alegre, sexta-feira, 18 de outubro de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
22°C
23°C
16°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,1180 4,1200 1,24%
Turismo/SP 4,0600 4,3200 1,09%
Paralelo/SP 4,0700 4,3100 1,14%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
203904
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
203904
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
203904
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR
Começo de Conversa Fernando Albrecht
fernando.albrecht@jornaldocomercio.com.br

Começo de Conversa

Coluna publicada em 23/09/2015

Uma valsa na rua

Com a temática “Calma. Você é o trânsito”, a 12ª Campanha Não quero morrer no trânsito, realizada pela CDL Jovem de Caxias do Sul, promoveu ontem uma ação inusitada. Sete bailarinas da escola de Dança Carla Barcellos dançaram a valsa do filme Amelie Poulain, executada pela violinista Fernanda Módena.

BRUNO ZULIAN/DIVULGAÇÃO/JC

Rublo

A moeda russa, o rublo, foi a que sofreu maior desvalorização em relação ao dólar, com 72,37%, segundo estudo da TOV Corretora. O ranking foi elaborado segundo o conceito de desvalorização acumulada nos últimos 12 meses. O Brasil ficou em honroso segundo lugar, com 67,29%.

Dinheiro público...

Nestes tempos de carga tributária cada vez mais pesada no lombo do contribuinte, vale lembrar um texto da ex-primeira ministra britânica Margaret Tatcher em que ela coloca os pingos nos is. “Não nos esqueçamos nunca desta verdade fundamental: o Estado não tem outra fonte de recursos além do dinheiro que ganham seus cidadãos”.

...é nosso dinheiro

Prossegue a Dama de Ferro: “Se o Estado deseja gastar mais, só poderá fazê-lo tomando emprestado da sua poupança ou cobrando mais tributos. E não adianta pensar que alguém irá pagar essa dívida. Esse ‘alguém’ é você. Não existe essa coisa de dinheiro público. Existe apenas o dinheiro dos pagadores de impostos”.

O 4º Distrito

A Pucrs e a Ufrgs vão contribuir com a elaboração do projeto para a revitalização do 4º Distrito. A coordenadora do Grupo de Trabalho Executivo, arquiteta Ada Schwartz, afirmou que o objetivo é concluir a redação do projeto de lei até dezembro para ser encaminhado à Câmara de Vereadores. O mãos à obra seria em 2016.

Som e fúria

A cada votação polêmica em que os parlamentares sabem que a televisão cobre e que a audiência é maior (um pouco) que a normal, ocorre um fenômeno que podemos chamar de Festival de Veemências, contra e a favor do governo. Foi o caso de ontem na Assembleia. Só com muito treino no gogó para aguentar o tranco.

Por falar em veemências...

...às vezes, combates sonoros fazem lembrar o poema “Gaúcho!” do poeta pernambucano Ascenso Ferreira. “Riscando os cavalos!/Tinindo as esporas!/Través das coxilhas!/Sai de meus pagos em louca arrancada!— Pra quê?/— Pra nada!

Os órfãos I

A cada protesto, se repete o mesmo drama dos mariscos que apanham na briga entre o mar e o rochedo. Sindicalistas fecharam as entradas da Capital e, com isso, prejudicaram milhares, talvez dezenas de milhares e seu sagrado direito de ir e vir.

Os órfãos II

Foram impedidos quase manu militari para ir ao trabalho, para consultar o médico, para tocar seu negócio ou para outras prementes necessidades. Como sempre. A tragédia maior é que eles não têm quem os represente. Nem nas tribunas, nem fora delas.

Miúdas

  • QUANDO se diz que a umidade relativa do ar é de 100% tem que levar em conta o RELATIVA. O máximo é 4%.
  • SE não temos mais guerlas, pelo menos nossos carros quase são anfíbios com essa chuva toda.
  • MUITO bem, vem aí a CPMF e aumento no ICMS. E depois? Imposto que passa de um em dois não fica.
  • CONVITE ao acidente é trafegar em estacionamentos de shoppings sem ligar os faróis.

Finais

  • FOTÓGRAFA Danny Bittencourt lança dia 8 de outubro/19h30min/Cultura do Bourbon Country o livro Fotografia Fine Art.
  • SHOPPING Praia de Belas recebe, em novembro, uma loja franqueada da Hamburgueria 1903 do Grêmio.
  • CORREÇÃO: o presidente estadual do PTB, Luiz Carlos Busato, é deputado federal.
COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
COLUNAS ANTERIORES
A paisagem da Praça XV
Há muito tempo que as obras da pavimentação do entorno da Praça XV e da rua José Montaury estão ou paradas ou a passo de tartaruga
Simulador gaudério
As festividades da Semana Farroupilha já acabaram, mas em Marau, Norte do Estado, o cultivo às nossas tradições permanece e é transmitido para as novas gerações
Sol e vento Curiosidade chinesa
O correspondente da CCTV (China Central Television) no Brasil, jornalista Yin Yue, entrevistou ontem o secretário estadual da Fazenda, Giovani Feltes (PMDB), para entender a crise gaúcha