Porto Alegre, segunda-feira, 13 de julho de 2020.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
15°C
17°C
11°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
133078
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
133078
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
133078
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Comércio Exterior 21/09/2015 - 21h21min

Rio Grande do Sul quer sediar próximo Encontro Econômico Brasil-Alemanha

ANTONIO PAZ JC
O próximo encontro realizado no Brasil será em 2017
O próximo encontro realizado no Brasil será em 2017

O vice-governador, José Paulo Cairoli, entregou a carta de intenções que inclui o Rio Grande do Sul na disputa para sediar o próximo Encontro Econômico Brasil-Alemanha, realizado no país em 2017, ao presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, nesta segunda-feira (21).

Na condição de um dos organizadores do encontro, que ocorre anualmente, sendo um ano na Alemanha e outro no Brasil, o presidente da CNI disse que existem outros pretendentes, citando entre eles o estado da Bahia, mas deverá incluir os gaúchos na disputa.

Andrade se mostrou otimista em relação as chances do Estado. "O Rio grande do Sul tem todas as condições de sediar este evento. Se não for em 2017, com certeza poderá ser em 2019", afirmou.

O vice-governador destacou a tradição alemã como ponto forte. “O RS se caracteriza pela forte colonização alemã e por receber centenas de empresas e investimentos da Alemanha”, observou Cairoli.

O evento, realizado desde 1982, tem como propósito aproximar empresários, representantes de entidades e de governos do Brasil e da Alemanha. O próximo encontro será em Thürigen, em 2016.

Em 2014, a exportação brasileira para a Alemanha chegou a US$ 6.632.731.467 e teve como principais artigos os produtos do setor primário, como grãos e minérios. A importação da Alemanha para o Brasil atingiu US$ 13.837.218.760, com foco em veículos automotores, componentes químicos e farmacêuticos, além de produtos industrializados do setor elétrico e metal-mecânico.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Mercosul ajusta ofertas de acordo comercial que serão apresentadas à UE
Os dois blocos estão negociando um acordo de livre comércio e deverão fazer a troca de ofertas comerciais até o fim do ano
EUA e Índia querem reduzir barreiras para fortalecer comércio bilateral
Os Estados Unidos e a Índia trocaram pedidos de que cada lado remova barreiras para os negócios
Banco Central reduz projeção para déficit em contas externas para US$ 65 bilhões
De janeiro a agosto, o saldo negativo ficou em US$ 46,148 bilhões, contra US$ 65,248 bilhões nos oito meses de 2014. O déficit chegou ao final do ano passado em US$ 103,597 bilhões, o que representou 4,42% do PIB
Exportações têm média diária de US$ 734 mi na 3ª semana de setembro
As exportações brasileiras registraram média diária de US$ 734 milhões na 3ª semana de setembro (14 a 20), uma queda de 8,4% na comparação com a média registrada nas duas primeiras semanas (US$ 801,5 milhões)