Porto Alegre, domingo, 23 de janeiro de 2022.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
19°C
15°C
7°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
288421
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
288421
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
288421
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Porto Alegre Notícia da edição impressa de 21/09/2015

Porto Alegre comemora os 80 anos da Redenção

Parque passou por melhorias que prometem aumentar a segurança
Jonathan Heckler/JC
Tapumes que cercam o espelho d'água serão removidos em outubro
Tapumes que cercam o espelho d'água serão removidos em outubro

Quando o então conhecido Campos da Redenção se tornou parque Farroupilha, em 19 de setembro de 1935, o local já era amplamente frequentado. Hoje, 80 anos depois, passear aos domingos pelo brique e tomar chimarrão desfrutando da beleza da natureza ao redor já virou tradição para os porto-alegrenses e também para turistas que visitam a Capital. Com uma área de 37,51 hectares, o parque foi tombado pelo Patrimônio Histórico em 1997. Mesmo sem a celebração, que foi cancelada devido ao mau tempo, a cidade tem motivos para comemorar. No dia 4 de outubro, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) removerá os tapumes que cobrem a área do espelho d'água e da fonte luminosa, em obras desde janeiro. Além das reformas, cujo investimento chegou a R$ 1,7 milhão, a iluminação também foi renovada, com instalação de novos pontos de luz e troca de luminárias.

O diretor de Praças e Parques da Smam, Sérgio Tomasini, aposta nas melhorias na estrutura como medida para a diminuição da violência e da sensação de insegurança, relatadas por usuários como maiores problemas do local.

A chuva, que insistiu em cair durante boa parte da semana passada, representa um presente da natureza para o porto-alegrense. É assim que pensa Roberto Jakubaszko, um dos membros da Associação dos Amigos do Parque Farroupilha. "A passagem de cerca de 100 mil pessoas pelo local a cada domingo gera um profundo impacto ambiental. Com a chuva, o parque fica mais bonito, mais verde. Não temos de encarar como algo negativo", explica.

O também membro do Conselho de Usuários da Redenção argumenta, ainda, que é preciso atenção aos detalhes. "Não existe definição sobre o tipo de grama adequada ao parque, por exemplo. Uma família, sentada, não causa danos, mas dois garotos jogando futebol, sim. Temos espaços em que falta grama, e aí surge a pergunta: é falta de manutenção ou descuido?", indaga. Apesar de admitir que a prefeitura tem contribuído para a qualificação do local, Jakubaszko argumenta que ainda é preciso mais investimentos.

Para ele, cabe às novas gerações a cobrança de leis e ações públicas que protejam o parque. "Os jovens já ocupam o parque socialmente, com atividades noturnas. Isso causa uma mudança cultural, prova que a presença inibe a violência." O representante da associação é contrário ao cercamento da Redenção, que vem sendo discutido em âmbito municipal. Ele considera o local seguro, uma vez que até mesmo a Brigada Militar admite que são poucas as ocorrências registradas no interior da área. Boa parte dos assaltos são registrados nos arredores, nas proximidades da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) e nas avenidas Protásio Alves e João Pessoa. "O parque da Redenção é livre, foi concebido assim e deve se manter assim. Todos os cidadãos devem desfrutar do direito de entrar no parque e dele usufruir. É para isso que ele existe."

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Segundo Pinheiro, ainda neste mês terão início as primeiras intervenções
Assinado contrato para obras de revitalização da orla do Guaíba
O desfile foi aberto por volta das dez horas da manhã e aconteceu nos arredores do Parque Marinha
Desfile de 7 de Setembro é marcado por protestos na Capital gaúcha
Acendimento do fogo simbólico marca início da Semana da Pátria
Aceso fogo simbólico da Semana da Pátria
39 bairros de Porto Alegre devem ficar sem água nesta terça-feira
Trabalho do Departamento Municipal de Água e Esgotos começa às 8h da terça tem encerramento previsto para as 23h do mesmo dia