Porto Alegre, terça-feira, 11 de agosto de 2020.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
13°C
27°C
9°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
784650
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
784650
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
784650
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

empresas 20/09/2015 - 17h51min

Volkswagen pede desculpas por violação de regras de poluição

O executivo-chefe da Volkswagen, Martin Winterkorn, pediu desculpas após autoridades ambientais norte-americanas acusarem a montadora alemã de burlar regras de emissão de gases poluentes em milhares de carros. "Eu, pessoalmente, lamento profundamente que nós quebramos a confiança de nossos clientes e do público", disse o CEO, em comunicado. A Volkswagen está cooperando com as autoridades, afirmou Winterkorn, e ordenou uma investigação externa.

A Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA, na sigla em inglês) afirmou na semana passada que a Volkswagen teria usado um software para burlar as normas ambientais em testes de emissões. A agência disse que o software fez com que cerca de 482 mil carros a diesel parecessem emitir menos gás do que fato faziam ao ser testados. As leis norte-americanas exigem que os fabricantes de veículos divulguem informações de desenvolvimento dos veículos para que eles recebam a certificação de cumprimento de normas de poluição do ar.

"Vamos cooperar plenamente com as agências responsáveis, com transparência e urgência, para estabelecer de forma clara, aberta e completa todos os fatos deste caso", disse Winterkorn. Autoridades norte-americanas alegaram que a Volkswagen violou a lei do ar limpo do país e pode enfrentar multas de até US$ 37,5 mil por carro, ou mais de US$ 18 bilhões, embora não esteja claro se o governo vai aplicar essa multa.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Empresas de internet faturaram R$ 120,5 bilhões em 2014, aponta estudo da Abranet
Segundo o estudo, faturamento do setor representa 1,45% dos R$ 8,28 trilhões de faturamento de todas as empresas brasileiras
Órgão regulador dos EUA diz que francesa Total manipulou mercado de gás natural
A Comissão Regulatória de Energia dos EUA acusou a petroleira francesa Total de manipular o preço do gás natural no sul do país entre junho de 2009 e junho de 2012
Multinacionais devem ter piores resultados no Brasil em mais de uma década
De fato, mais de uma em cada cinco empresas que integram o S&P 500 citaram o desempenho do Brasil em suas teleconferências mais recentes sobre resultados trimestrais
Marcopolo cancela juros sobre capital próprio
A companhia informou ao mercado que decidiu cancelar o pagamento de juros sobre o capital próprio (JCP) de R$ 0,0243 por ação, num total de R$ 21 milhões, referente ao terceiro trimestre