Porto Alegre, quarta-feira, 25 de maio de 2022.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
19°C
15°C
7°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
118915
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
118915
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
118915
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

INFRAESTRUTURA Notícia da edição impressa de 18/09/2015

Porto Alegre lança edital para mobiliário urbano

Abertura dos envelopes está prevista somente para março do ano que vem; concessão para empresa é de 20 anos
MARCO QUINTANA/JC
Relógios digitais da cidade estão desativados desde julho deste ano
Relógios digitais da cidade estão desativados desde julho deste ano

Nesta sexta-feira, será publicado no Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa) o edital de licitação da concorrência pública para o mobiliário urbano da cidade. A previsão é que a implantação dos mais de 49 mil pontos do novo mobiliário comece apenas em junho do ano que vem.

Enquanto isso, itens como os relógios digitais, as paradas de ônibus e as placas de esquina, cujos contratos com as concessionárias venceram e não foram renovados, seguirão sem manutenção. As propostas das empresas, individuais ou em consórcio, serão recebidas no dia 11 de novembro.

O contrato da prefeitura com a empresa Ativa, responsável pela manutenção dos relógios, terminou na metade de julho, quando o serviço foi desativado. Depois da publicação do edital, as propostas das licitantes precisam ser avaliadas e julgadas. Esse processo deve ocorrer até janeiro, para somente em março ser efetuada a assinatura do contrato com a empresa vencedora. Em abril, as amostras dos equipamentos serão aprovadas e, em junho, ocorrerão as implantações. Enquanto os trâmites burocráticos acontecem, a cidade não poderá oferecer os serviços.

A concessão, com duração de 20 anos, é para confecção, instalação, conservação e manutenção de abrigos em pontos de paradas de ônibus, relógios eletrônicos digitais, totens de estação de corredor, mobiliário urbano para informações e conjunto identificador de logradouro público. Com exceção do último, todos os itens permitem publicidade, que pode ser voltada ao comércio do bairro ou região.

Para o prefeito José Fortunati, a concorrência pública viabilizará equipamentos modernos e padronizados. A concessão deve gerar receita de cerca de R$ 950 mil ao ano para o município. Os recursos serão aplicados na ampliação e manutenção de outros pontos do mobiliário, que não estão contemplados no processo. De acordo com o prefeito, o investimento de instalação e manutenção dos equipamentos deve chegar a R$ 357.090.775,69.

O coordenador do grupo de trabalho responsável pela licitação, Arnaldo Guimarães, explica que o projeto contempla toda a cidade, dividida em oito grandes regiões. Em cada uma delas, deverão ser instalados no mínimo 6% e no máximo 18% dos totais individuais dos abrigos, relógios e informativos. Os totens serão distribuídos de acordo com a localização das estações de corredor de ônibus, e as placas de rua, conforme determinação do município. O prazo para a instalação varia de três a cinco anos.

Nesta sexta-feira, também começa a segunda etapa da pesquisa do grupo de trabalho, que irá revisar o restante dos equipamentos da cidade, verificando se a utilização tem sido realizada de forma regular. Bancas de jornais, de revistas e de chaveiros serão fiscalizadas.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Estimativa do Dnit é de que a estrutura, orçada em R$ 649,6 milhões, seja concluída até set/2017
Obras para reassentados começam em 2016
Postes e luminárias já estão sendo instalados na avenida Padre Cacique
Trecho entre o Museu Iberê Camargo e o BarraShoppingSul terá nova iluminação em 15 dias
Investimento total da prefeitura nas obras foi de R$ 1,3 milhão
Nova iluminação atrai público ao Parque Marinha do Brasil
Bulling prevê que a reforma no parque ficará pronta em setembro
Obras na Redenção terminam em setembro